Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

09 Fevereiro de 2019 | 16h38 - Actualizado em 09 Fevereiro de 2019 | 17h37

Bermas das valas de macro drenagem terão contentores de lixo

Luanda - As bermas das valas de macro drenagem, em Luanda, contarão em breve, com contentores para o depósito de resíduos sólidos, de formas a que os moradores circunvizinhos evitem assoreá-las.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Vala de Drenagem Cazenga-Cariango

Foto: Gaspar dos Santos

Neste momento estão a ser retiradas enormes quantidades de lixo, pelo Governo Provincial, nas valas de macro drenagem do Soroca e Cazenga Cariango, no âmbito das acções tendentes a mitigar os efeitos negativos das chuvas.

Os moradores depositam os detritos nas valas de drenagem das águas pluviais e residuais, porque segundo os próprios, quer no interior dos seus bairros, entre os quais (Cariango, Tala-Hady, Palanca, Nguanhá e Porto Pesqueiro), nos municípios de Luanda e Cazenga, respectivamente, quer ao longo das suas bermas há falta de contentores.

De acordo com a vice-presidente da Comissão Administrativa da Cidade de Luanda, Josina Martins, já foram identificados pontos em que serão colocados os contentores para a recolha do lixo, mediante um estudo feito em conjunto com o Governo Provincial de Luanda (GPL).

A responsável adiantou que foi criado um gabinete de protecção civil, que congrega todas as áreas técnicas dos municípios, sob a coordenação do GPL, cuja missão é encontrar soluções para evitarem problemas causados pela chuva.

Os trabalhos de limpeza das valas iniciou há quinze dias e não tem data para o término.

Já o administrador municipal adjunto de Viana para área técnica e infra-estruturas, Fernando Bins fez saber que a sua administração está empenhada na limpeza, reperfilamento e colocação de taludes, na vala de macro drenagem do Zango, onde já faleceram seis cidadãos em 2018, por falta de protecção da mesma e pontes para a travessia de pessoas.

Informou que para a segurança dos moradores foi feita a vedação com cerca dois mil metros lineares com malha sol e tubos, no Zango II e colocadas seis pontes, de formas a evitar mais afogamentos nessa vala.

Já no município do Cazenga, duas  pedonais  de estrutura metálica, para facilitar a travessia de populares e mercadorias começaram a ser construídas hoje, sobre a vala de drenagem das águas residuais, no bairro Angolano.

Os trabalhos começaram  com a criação de fundações de betão armado para suportar a estrutura de metal, onde serão aplicados  os tabuleiros, acabando assim com os constrangimentos dos transeuntes nos bairros Malweca, Terra Vermelha, Angolano e Comandante Bula, distrito urbano do Kima-Kieza.


Com a instalação dessa pedonal estará facilitada a circulação dos populares, entre os municípios de Cacuaco e Viana, sobretudo na época chuvosa.


Segundo a administradora adjunta para a área técnica, infra estruturas e serviços comunitários do distrito urbano do Kima-Kieza, Madalena  Quitela, os trabalhos terão a duração de uma semana. Fim do qual, será montada uma outra ponte para permitir a circulação automóvel na zona.

 
A ponte metálica, explicou, poderá suportar até 700 toneladas, e vai tornar mais célere a circulação sobretudo de camiões de transporte de lixo para o aterro sanitário dos Mulenvos.

Leia também
  • 09/02/2019 09:20:28

    MAPTSS quer expansão do SIAC

    Ndalatando - Os participantes ao Conselho Consultivo Alargado do Ministério da Administração Pública, Trabalho e Segurança Social (MAPTSS) defenderam sexta-feira, em Ndalatando, Cuanza Norte, a expansão da rede de Serviços Integrados de Atendimento ao Cidadão (SIAC) às localidades cujo nível de desenvolvimento económico, social e demográfico se justifiquem.

  • 09/02/2019 06:34:24

    Detido falso funcionário da TPA em Malanje

    Malanje - Um cidadão de 29 anos de idade foi detido na sexta-feira, em Malanje, pelo SIC (Serviço de Investigação Criminal) ao extorquir dinheiro fazendo-se passar por trabalhador do Gabinete Jurídico da Televisão Pública de Angola (TPA).

  • 09/02/2019 06:15:51

    MAPTSS propõe revisão da lei da greve

    Ndalatando - O Ministério da Administração Pública, Trabalho e Segurança Social (MAPTSS) vai propor, este ano, a aprovação de uma nova Lei da Greve, da Actividade Sindical e da Negociação Colectiva, anunciou sexta-feira, em Ndalatando, Cuanza Norte, o titular da pasta, Jesus Maiato.