Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

07 Fevereiro de 2019 | 01h26 - Actualizado em 07 Fevereiro de 2019 | 10h13

Restos mortais de empresário português transladados para Portugal

Malanje - Os restos mortais do empresário português Adérito Teté, morto na madrugada de domingo (3) por meliantes no interior da sua residência, na cidade de Malanje, foram transladados quarta-feira para Luanda, a fim de seguirem para Portugal, onde serão sepultados, soube Angop.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Antes, o cadáver foi velado no Comando Provincial do Serviço de Protecção Civil e Bombeiros diante de familiares, amigos, empresários e membros da comunidade portuguesa residente na província de Malanje.

O empresário foi morto a paulada por elementos desconhecidos, embora o efectivo do Serviço de Investigação Criminal (SIC) tenha já detido indivíduos suspeitos de cometerem o crime, que estão a ser interrogados.

Na altura da morte do cidadão luso não se registou qualquer sinal de arrombamento da residência, nem houve roubo de bens, tendo a Polícia Nacional descoberto o cadáver por meio de uma denúncia de alguém próximo que notou a ausência do empresário e encontrou a sua viatura com as portas abertas na via pública.

Com 78 anos de idade, Teté Gouveia vivia há mais de 60 anos em Angola, deixa viúva e dois filhos.

Leia também