Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

17 Fevereiro de 2019 | 15h08 - Actualizado em 18 Fevereiro de 2019 | 08h27

Defendida transformação de associações em plataforma

Lubango - As associações de Antigos Combatentes controlados pelo gabinete provincial afim devem criar uma única plataforma de actuação, no sentido de melhor solucionar os problemas que esta franja da sociedade vive, defendeu hoje, no Lubango, o secretário provincial da Huíla da UNTA-CS, Bernardo Carlos Cambundo.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Antigos Combatentes, Veteranos da Pátria e Viúvas

Foto: Pedro Moniz Vidal

O responsável sindical defendeu esta posição durante uma palestra sobre o papel das associações afectas aos Antigos Combatentes e Veteranos da Pátria na construção de um clima harmonioso para os assistidos do sector, no âmbito das jornadas do 4 de Fevereiro, Dia do Início da Luta Armada.

Na palestra, promovida pela direcção provincial da Huíla dos Antigos Combatentes e Veteranos da Pátria, Bernardo Carlos Cambundo afirmou que a proliferação de associações ou a existência de várias, nem sempre significa a solução dos problemas, mas se elas criarem uma plataforma comum de actuação, a sociedade abrir-se-á no sentido de apoiar naquilo que são os seus projectos.

“Juntos numa única plataforma, facilmente poderão identificar as dificuldades, gizar os seus projectos, programas e políticas que possam fazer cobro as necessidades, pois são um parceiro privilegiado do Gabinete provincial da Huíla dos Antigos Combatentes e Veteranos da Pátria", aludiu.

A província da Huíla conta com representações das associações AMIGA, ANDA, AVEGA,  ESCOFA, Fórum dos Desmobilizados, entre outras, afectas aos antigos combantentes.

Cinco mil 331 antigos combatentes e veteranos da pátria são assistidos pelo Gabinete provincial da Huila.

Leia também
  • 17/02/2019 17:55:37

    Moxico: Governo procura cadastrar Antigos Combatentes no Ministério de tutela

    Luena - O Governo da província do Moxico está a trabalhar com o Ministério dos Antigos Combatentes e Veteranos da Pátria para cadastrar nos próximos tempos os associados, sem o registo oficial, existentes nas diferentes comunidades da região.

  • 17/02/2019 17:34:02

    Bié: Governador pede auxílio à Igreja Tocoísta na preservação dos bens públicos

    Cuito - O governador da província do Bié, Pereira Alfredo, pediu hoje (domingo) na cidade do Cuito, auxílio aos fiéis da Igreja do Nosso Senhor Jesus Cristo no Mundo "Tocoísta" quanto à preservação dos bens públicos.

  • 17/02/2019 07:38:23

    Huíla vê reduzido número de antigos combatentes assistidos

    Lubango - O número de antigos combatentes e veteranos da pátria assistidos pelo Gabinete Provincial afim, na Huíla, reduziu de cinco mil e 966 em 2017, para cinco mil e 206 em 2018, motivado pelas regulares campanhas de prova de vida, óbitos e pelo facto de alguns beneficiários terem atingido a maior idade, informou, sábado, no Lubango, a directora do sector, Verónica Rito.