Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

15 Fevereiro de 2019 | 14h56 - Actualizado em 15 Fevereiro de 2019 | 15h48

Intensificação do combate à malária com 75 máquinas de fumigação

Luanda - Setenta e cinco máquinas de fumigação intra e extra domiciliar estão disponíveis, a partir de hoje (sexta-feira), para intervir nos bairros de Luanda, no âmbito do programa de reforço para o combate à malária na capital do país.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Para além da fumigação, no âmbito do referido programa, serão distribuídos 150 mil mosquiteiros impregnados e combater larvas de mosquitos, principalmente nas valas de drenagem e charcos de águas pluviais, durante os próximos seis meses, tempo da duração dessa campanha.

Ao fazer o lançamento da campanha, a vice governadora da província de Luanda para esfera política e social, Ana Paula Correia Victor, disse que a malária representa cerca de 35 por cento de cuidados curativos junto dos centros, 20 por cento de internamentos hospitalares, 40 por cento dos mortos pré-natais e de 25 por cento de mortalidade materna.

Fez saber que esses dados constam do Plano Nacional de Desenvolvimento da Saúde, de 2013.

A responsável disse ser necessário combater o mosquito transmissor da doença, sendo por isso imprescindível o engajamento e a tomada de medidas preventivas adequadas, para a mudança do actual quadro, à nível da cidade capital.

Em 2018, prosseguiu, assistiram, só em Luanda, um milhão e 179 pacientes com malária, dos quais mil e 80 morreram, maioritariamente crianças menores de 15 anos.

Sem apresentar dados estatísticos, referiu que o bairro Rangel foi o que mais registou casos de malária, em 2018, devido ao seu débil saneamento básico, caracterizado com um lençol freático, que obrigou a mais de 50 moradores abandonarem as suas residências, actualmente transformadas em depósito de lixo.

Em função dessa situação, a administração local programou para este sábado, uma campanha de limpeza, para eliminar os focos de lixo, bem como plantação de eucaliptos nos quintais das casas abandonadas com lençóis freáticos.

Leia também
  • 15/02/2019 13:26:30

    Cem famílias desfavorecidas beneficiam de cestas básicas

    Luanda - Cem famílias desempregadas e vulneráveis, no bairro da Paz, distrito urbano do Ngola Kiluanje, beneficiaram hoje (sexta-feira), de cestas básicas, uma oferta da Comissão Administrativa da Cidade de Luanda.

  • 15/02/2019 12:30:16

    Município de Viana com mais de três mil famílias em tendas

    Luanda - A administração municipal de Viana remeteu ao Governo da Província de Luanda (GPL) uma lista onde constam três mil e novecentas e oitenta e oito (3.988) famílias que vivem em tendas, informou hoje, sexta-feira, o administrador André Soma.

  • 15/02/2019 12:03:16

    Adolescente tenta suicidar-se no Kilamba

    Luanda - Uma adolescente, de 14 anos de idade, tentou na quinta-feira atirar-se do quarto andar de um prédio da Centralidade do Kilamba, município de Belas, mas foi persuadida por efectivos do comando de Luanda do Serviços de Protecção Civil e Bombeiros a desistir.