Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

11 Fevereiro de 2019 | 13h11 - Actualizado em 11 Fevereiro de 2019 | 13h11

Pacientes do acidente do Cuanza Norte estão estáveis

Luanda - Quatro dos cinco feridos do acidente ocorrido quinta-feira, na província do Cuanza Norte, transferidos sexta-feira para o Josina Machel em Luanda estão estáveis.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Momento de evacuação das vítimas do acidente de viação do cuanza norte

Foto: Diniz Simão

 

Segundo informações da direcção do Josina Machel, Mariquinha Venâncio, hoje, segunda-feira, os quatro pacientes estáveis têm traumatismo craniano encefálico, enquanto o quinto que tem a mesma patologia está em estado grave e ainda inconsciente.

A Angop soube que outras duas vítimas, das sete feridas graves do acidente ocorrido quinta-feira na Estrada Nacional número 230-A, estão a receber assistência no hospital Américo Boavida, em estado estável.

Os sinistrados foram transportados por dois helicópteros ao serviço da Força Aérea Nacional (FAN) para os hospitais Josina Machel e Américo Boa Vida, na cidade de Luanda, onde continuarão a ser assistidos.

O processo de evacuação desses pacientes foi assegurado por duas equipas do Instituto Nacional de Emergências Médicas (INEMA), uma de Luanda, constituída por dois médicos e seis enfermeiros, e outra local, integrada por um médico e cinco enfermeiros, além da equipa clinica do Hospital Provincial do Cuanza Norte.

Acrescentou que cinco pacientes com ferimentos ligeiros foram também transportados, por via terrestre, para o Hospital Geral de Malanje, por se tratar de residentes nesta província, a fim de estarem próximo das famílias.

O acidente, que envolveu um autocarro da empresa de transportes colectivos TCUL, com 30 passageiros a bordo, que vinha de Luanda, e um camião que fazia o percurso inverso, ocorreu na localidade da Beira Alta, município de Cambambe, Cuanza Norte.

Onze das vítimas faleceram no local do acidente, enquanto três morreram no hospital Provincial do Cuanza Norte, em Ndalatando, onde os feridos receberam assistência médica.

Entre os mortos constam duas crianças menores de cinco anos e uma de 12 anos.  

Assuntos Angola  

Leia também
  • 12/02/2019 15:59:53

    Quarenta unidades hospitalares beneficiam dos serviços de registo civil

    Luanda - Para evitar registos feitos depois dos 5 e 18 anos de idade, o Ministério da Justiça e Direitos Humanos instalou 40 postos de registo em vários centros e unidades hospitalares do país, informou, nesta terça-feira, em Luanda, a secretaria de Estado da Justiça, Direitos Humanos e Cidadania, Ana Celeste.

  • 11/02/2019 12:13:53

    ANDA busca apoios para inserção de deficientes no mercado do trabalho

    Luanda - O presidente da Associação Nacional de Deficientes de Angola (ANDA), Silva Lopes Etiambulo, apelou hoje, segunda-feira, a ajudas com meios monetários e formação profissional, com vista a inserção de pessoas com deficiência no mercado do trabalho.

  • 09/02/2019 14:38:53

    TCUL - EP solidária com as vitimas do acidente de viação da Beira Alta

    Luanda - O Conselho de Administração da TCUl - E.P. manifestou hoje, sábado, a sua consternação pelo trágico acidente de viação ocorrido no passado dia 7 de Fevereiro na região da Beira Alta a 68 quilómetros de Ndaladando que provocou 15 mortes e 16 feridos .