Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

16 Novembro de 2019 | 03h31 - Actualizado em 16 Novembro de 2019 | 03h32

Resenha Social: Investimento para Programa Nacional de Formação marca semana

Luanda - O anúncio do Governo angolano em investir, até 2027, USD 50 milhões para potenciar o Programa Nacional de Formação de Docentes ao Grau de Doutoramento marcou a semana social que hoje, sábado, termina.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

O investimento prevê a formação de 140 doutores e o apetrechamento de Centros de Investigação Pública, nas áreas da agricultura e pescas, telecomunicações e tecnologias de informação, indústria, petróleo, gás e recursos minerais, avançou a ministra do Ensino Superior Ciência e Tecnologia e Inovação, Maria do Rosário Sambo, no acto de abertura da 6ª Conferência Nacional sobre Ciência e Tecnologia

Ainda no sector da educação foi destaque a formação de 70 estudantes e mais de 50 funcionários públicos em matérias de direitos humanos, com o objectivo de dotá-los de conhecimentos práticos, de modo a terem acesso a peças processuais, principalmente os que desejam seguir a formação jurídico-forense pela clínica jurídica da Univerdade Catolica de Angola(UCAN).

A 6ª Conferência Nacional sobre Ciência e Tecnologia e a 1ª edição da Feira de Ideias, Invenções, Inovação e Empreendedorismo de Base Tecnológica (FIEBAT) mereceu, igualmente, a atenção da midia ao longo da semana.

Os dois eventos tiveram como objectivo acolher, essencialmente, as criações feitas nos IES e por outros actores, desde que se vislumbre numa verdadeira ligação com a investigação científica e com as empresas.

A semana social também foi marcada com o pronunciamento da ministra de Estado, Carolina Cerqueira, em Paris (França) na abordagem sobre os programas de combate à pobreza, carência de água e apoio social às comunidades, nos domínios da saúde, educação e agricultura familiar.

A  propósito do empoderamento da mulher, afirmou que a representatividade feminina no Parlamento atinge os 30% e, no Governo, 40% dos ministros são mulheres e estão em curso programas sociais de integração, formação e autonomia das famílias para a valorização do género e de protecção às minorias.

Em relação com a saúde, foi destaque a informação segundo a qual 12 mil crianças nascem anualmente, em Angola, com anemia falciforme.

Ainda na vertente sanitário destacou-se a campanha de vacinação contra a poliomielite, uma fase em que as autoridades prevêem imunizar mais de dois milhões de petizes dos zero aos cinco anos de idade, nas províncias de Luanda, Bengo, Benguela, Huambo e Cuanza Norte.

A campanha surge na sequência do registo de 18 novos casos de pólio, há quatro meses, com maior incidência nas províncias do Leste (Lunda Norte, Lunda Sul e Moxico). Luanda notificou um caso no município do Kilamba Kiaxi, bairro dos "Rastas".

Neste domínio destacou-se igualmente a revelação da Organização Mundial da Saúde (OMS) que dá conta que quase seis por cento da população angolana, num universo de cerca de 25 milhões de habitantes, sofre da diabetes.

Os números correspondem aproximadamente a um milhão e 500 casos/ano.

Assuntos Angola  

Leia também
  • 14/11/2019 22:48:05

    Tecnologia e criatividade apontados como factor de desenvolvimento

    Luanda - Os participantes na Cimeira Internacional sobre População e Desenvolvimento realizada em Nairobi, capital do Quénia, afirmaram, nesta quinta-feira, a necessidade de se apostar na inovação, tecnologia e na criatividade para o desenvolvimento harmonioso e a coesão social.

  • 14/11/2019 12:28:45

    Bispos da África Austral reunidos em Moçambique

    Luanda - Os bispos católicos da África Austral estão reunidos em Maputo, Moçambique, no âmbito da 12ª assembleia plenária, para, entre outras questões, partilhar os ecos da visita papal, cujos frutos são para toda a região da IMBISA.

  • 09/11/2019 19:49:48

    ASCOFA perspectiva reactivar cooperativas agrícolas

    Luanda - A reactivação das cooperativas agrícolas e de artes e ofícios e a formação de quadros constituem as principais linhas de acção da Associação de Apoio aos combatentes das ex- FAPLA (Ascofa ) para os próximos três anos.