Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

20 Novembro de 2019 | 18h13 - Actualizado em 20 Novembro de 2019 | 18h13

UE disponibiliza três milhões de Euros em projecto de desastres

Ondjiva - A União Europeia (UE) procedeu, nesta quarta-feira, em Ondjiva, ao lançamento de um projecto para o fortalecimento das estruturas e capacidades institucionais de gestão de risco e desastres nas províncias do Cunene, Huíla e Namíbe.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

1 / 1

Bandeiras da República de Angola e União Europeia(UE)

Foto: Arquivo

O projecto lançado pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), orçado em três milhões e 465 Euros, visa apoiar o processo de recuperação e fortificação da resiliência em benefício dos dois milhões de pessoas afectadas pela seca nas três regiões do sul do país.

O chefe de operações para o PNUD, Keita Su Jimoto, disse que contribuirá para a componente III relativa  ao reforço institucional e gestão de  informação multissectorial, gestão de risco de  desastres e  na recuperação e fortalecimento de resiliências da seca no período de Agosto de 2019  a Julho de 2023.

Fez saber que  fortalecera ainda as capacidades técnicas das comunidades a adaptar-se no futuro, com as alterações climáticas, para a redução da fome, pobreza e da vulnerabilidade a insegurança alimentar e nutricional, através do fortalecimento sustentável da agricultura familiar.

Já o segundo comandante Nacional para a Protecção Civil, José Horácio da Silva, disse que o projecto vai promover  e estabelecer o fortalecimento dos mecanismos institucionais dos desastres nos diferentes níveis e implementar um sistema de riscos de desastres nas províncias afectadas pela seca.

“O acordo assinado com o PNUD vai fortalecer as estruturas e criar capacidades exigidas para desenvolver as acções que resultaram na diminuição dos desastres naturais, autonomizando as administrações locais, bem como procurar identificar soluções concretas", afirmou.

O governador em exercício no Cunene, Édio Gentil José, disse que o projecto certifica à busca de melhores estratégias de apoio e mitigação dos efeitos da seca entre o governo angolano em parceria com as instituições com experiência internacional.

“Esta é uma componente que envolve a transferência de tecnologias apropriadas, tais como a instalação de um sistema de alerta prévia, e que poderá resolver as dificuldades dos dois milhões de habitantes e um milhão e 100 bovino afectados pela seca no Cunene, Namibe e Huíla”, explicou.

Édio Gentil José destacou ainda o esforço do PNUD e EU para o fortalecimento da capacidade de resiliência aos efeitos da seca e outros desastres naturais.

O PNUD ira potenciar a protecção civil, munindo-o com equipamentos,  formação e capacidade institucional na área de gestão de riscos e desastres nas províncias afectadas pela seca.

As acções contidas no projecto estão em consonância com a política e estratégias do Plano Nacional de Desenvolvimento, para o período de 2018/2022.

A província do Cunene vive, desde Outubro de 2018, uma acentuada crise de água que afectou 880 mil e 172 pessoas e um milhão de cabeças de gado. Como resultado da seca já morreram 30 mil cabeças de gado bovino, caprino e suíno.

Assuntos Província » Cunene  

Leia também
  • 19/11/2019 22:01:10

    Cunene com novos autocarros para transporte público

    Ondjiva - Doze novos autocarros para transporte público foram entregues nesta terça-feira, em Ondjiva, província do Cunene, pelo governo local as operadoras privadas para a gestão, no âmbito da melhoria a circulação nos centros urbanos e nas periferias.

  • 18/11/2019 23:33:35

    MPLA entrega bens diversos a vítimas da seca no Cunene

    Ondjiva - Quatrocentas e 97 pessoas vítimas da seca da localidade de Tshavana, município de Ombadja, província do Cunene, beneficiaram hoje, segunda-feira, cinco toneladas de bens, entregues pelo secretariando do Bureau Político do MPLA.

  • 17/11/2019 16:13:47

    Mortes por acidentes de viação reduzem no Cunene

    Ondjiva - Trinta e sete pessoas morreram e 215 ficaram feridas em consequência de 184 acidentes de viação registados nos meses de Janeiro a Outubro deste ano, na província do Cunene, menos quatro em relação ao período de 2018.