Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

30 Dezembro de 2019 | 09h52 - Actualizado em 30 Dezembro de 2019 | 10h07

Retrospectiva 2019: Sistema para mitigar seca marca ano no Cunene

Ondjiva - O início, em Novembro, da construção do sistema de transferência de água do Rio Cunene, a partir da localidade de Cafu até Shana, para mitigar os efeitos da seca, foi o acontecimento marcante naquela província (Sul de Angola), no ano de 2019.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Maquete do projecto para o combate à seca no Cunene

Foto: JOSE CACHIVA

A obra, com duração de 18 meses, abarca a construção de uma central de captação de água no Rio Cunene, do sistema de bombagem e da conduta a partir de Cafu até Cuamato

Contará também com uma estação de bombagem de dois mil metros cúbicos de água por segundo, uma conduta de 57 quilómetros e 30 chimpacas (reservatório tradicional de água nas zonas rurais para o abeberamento do gado). O projecto criou 330 empregos e permitirá irrigar cinco mil hectares de campos agrícolas.

O empreendimento consta de um financiamento de 200 milhões de dólares, aprovado pelo Executivo angolano em Abril de 2019, e inclui a construção das barragens de Caculuve e do Ndúe, igualmente na província do Cunene.

A seca severa registada no Cunene desde Outubro de 2018 afectou, no corrente ano, 880 mil e 172 pessoas e um milhão de cabeças de gado, causando a morte de 30 mil animais, entre bovinos, caprinos e suínos.

Fenómeno cíclico, que remonta a 1995, a seca fez deslocar ao Cunene o Presidente da República, João Lourenço, com o propósito de constatar “in loco” os efeitos nefastos sobre a população, constituindo outro facto de realce no ano que termina.

Da visita resultou a disponibilização, pelo Executivo angolano, de 3.9 mil milhões de Kwanzas ao Governo Provincial do Cunene, para atender as situações urgentes, tendo-se conseguido recuperar 150 furos de água, dos 171 existentes nos seis municípios da província.

Igualmente, foram adquiridos 30 camiões, dos quais 26 cisternas e quatro de carga sólida, 20 tractores, desassoreadas 54 das 190 chimpacas e distribuídos 450 reservatórios de água de 10 e cinco metros cúbicos pelas 20 comunas.

As medidas do Executivo para atenuar o sofrimento das vítimas da seca contemplaram também um plano de abastecimento de alimentos e toneladas de outros bens de primeira necessidade.

Relativamente a outros projectos de impacto socio-económico, em 2019, o Cunene registou a inauguração de um troço de 68 quilómetros da Estrada Nacional (EN) 372, que liga Ondjiva e Cuamato, bem como a alocação ao governo local de equipamento de conservação e manutenção de estradas, composto por motoniveladora, cilindro compactador, retro-escavadora, camião basculante, de carga sólida e um contentor com material diverso.

Estão igualmente em reabilitação 80 quilómetros de extensão do troço Ondjiva/Omala, que ligam os municípios do Cuanhama e Cuvelai.

No sector da Saúde, o ano foi marcado pela admissão, mediante concurso público realizado em 2018, de 10 médicos de clínica geral, 127 enfermeiros e 13 técnicos de diagnóstico terapêutico, perfazendo 90 médicos e mil e 86 técnicos de saúde que cobrem as 146 unidades sanitárias da província.

Este ano, também foi destaque o lançamento, no Cunene, pela primeira-dama da República, Ana Dias Lourenço, da campanha “Nascer livre para brilhar”, que visa eliminar a transmissão do VIH de mãe para filho.

No domínio da Educação, o ano de 2019 foi marcado pela distribuição de oito mil 423 carteiras, 547 quadros escolares, 29 mil manuais, seis mil mochilas para o ensino primário, bem como a realização de oito seminários de formação que permitiu capacitar três mil 507 profissionais nas plataformas do projecto aprendizagem para todos.

O envio de 148 alunos ao Instituto Médio de Agronomia de Kapangombe, na província do Namibe, em regime de internato, foi outro acontecimento relevante este ano no Cunene.

Leia também
  • 28/12/2019 11:30:20

    Deputados do Cunene solidarizam-se com deficientes de Onamayaka

    Ondjiva - Noventa e sete membros da família Haufico que padecem de má formação congénita, na povoação de Onamayaka, comuna de Nehone, município do Cuanhama, no Cunene, receberam hoje, sábado, diversos bens, pelos deputados do MPLA do círculo provincial.

  • 27/12/2019 19:58:12

    SIC prende ex-directora dos Transportes do Cunene

    Ondjiva - A antiga directora provincial dos Transportes do Cunene (2012 a 2017), Maria Ndelipo, foi detida, quinta-feira, na cidade de Ondjiva, pelo Serviço de Investigação Criminal (SIC), sob acusação de ter desviado de cinco viaturas do Estado.

  • 27/12/2019 02:45:38

    Imunizados mais de 13 mil animais contra raiva

    Ondjiva - Treze mil e 992 animais de estimação foram vacinados contra a raiva de Janeiro a Dezembro deste ano, na província do Cunene, menos mil e oito animais em relação ao igual período de 2018.