Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

05 Dezembro de 2019 | 14h39 - Actualizado em 05 Dezembro de 2019 | 14h39

Diplomata inglês destaca avanços na liberdade de imprensa

Luanda - O primeiro secretário da embaixada do Reino Unido em Angola, Nathan Dann, destacou nesta quinta-feira, em Luanda, os progressos alcançados em Angola no domínio da liberdade de imprensa, ao mesmo tempo que espera melhorias com a previsão da aprovação do novo Pacote Legislativo sobre a Lei de Imprensa.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

O diplomata disse que o recente reconhecimento do Presidente da Republica, João Lourenço, aos jornalistas Rafael Marques e Sousa Jamba, demonstra ao mundo que o Governo de Angola está aberto a receber críticas quando necessário e está disposto a ser transparente com a sociedade civil.

Nathan Dann, que falava na abertura do seminário sobre “Exercício do jornalismo e a liberdade de imprensa”, referiu que essa abertura significa que a sociedade pode ser livre, justa e aberta, “porque as questões colocadas por jornalistas geram análise e levam a acção, e isto sim é a fundação de uma democracia vibrante e saudável”.

De 2018 a 2019, adiantou, Angola subiu 12 lugares no índice de liberdade de imprensa, o que é claramente uma melhoria significativa.

Lembrou que em Junho deste ano, o governo do Reino Unido em colaboração com o do Canadá, organizou a primeira Conferência Global sobre a Liberdade de Imprensa, que reuniu membros do governo de vários países, inclusive de Angola.

A participação de Angola, realçou o diplomata, foi um grande passo que demonstrou a vontade e abertura do governo angolano em formar parcerias internacionais em busca de uma maior liberdade de imprensa.

“O exercício do jornalismo e a liberdade de imprensa desempenham um papel essencial na protecção dos direitos humanos e no combate à corrupção”, frisou.

Segundo o responsável, a liberdade de imprensa é a força vital da democracia e a base para a prosperidade económica e o desenvolvimento social.

O seminário promovido pelo Fórum de Mulheres Jornalistas para a Igualdade de Género (FMJIG) no âmbito do seu projecto “Juntos pela liberdade de imprensa”, decorre até sexta-feira e conta com a participação de cerca de 20 jornalistas de diferentes órgãos públicos e privados.

O evento tem como objectivo contribuir para o exercício do livre exercício da liberdade de imprensa em Angola e reforçar os mecanismo de apoio e protecção aos jornalistas.

Leia também
  • 05/12/2019 14:11:40

    Secretário reitera compromisso de uma imprensa mais plural

    Luanda - O secretário de Estado da Comunicação Social, Celso Malavoloneke, reafirmou nesta quinta-feira, em Luanda, o compromisso do seu pelouro continuar a criar condições para a melhoria do espaço político, social, económico e institucional para um exercício jornalístico desejável, porquanto a liberdade de expressão e imprensa serem fundamentais no desenvolvimento do país.

  • 05/12/2019 14:04:11

    Polícia e AMC lançam campanha "Quadra festiva em segurança"

    Luanda - Uma campanha nacional denominada "Quadra festiva em segurança" foi lançada hoje (quinta-feira), em Luanda, com o lema "Com fé e segurança - Unidos por uma Angola", numa promoção da Polícia Nacional em parceria com a Igreja Assembleia Ministerial Cristã (AMC).

  • 04/12/2019 20:06:57

    Reclusas em Malanje recebem bens

    Malanje - As reclusas do Estabelecimento Prisional Feminino da Província de Malanje, entre detidas e condenadas, receberam hoje, quarta-feira, bens alimentares, calçados, roupa usada e produtos de higiene, uma oferta da Igreja Pentecostal de Fé e Libertação.