Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

23 Dezembro de 2019 | 18h35 - Actualizado em 23 Dezembro de 2019 | 21h41

MCS cria Centro de Pesquisa

Luanda - O Ministério da Comunicação Social (MCS) prevê criar, dentro de 15 meses, um Centro de Pesquisa da Comunicação Social, para realizar estudos sobre fenómenos relacionados com o sector no país.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

1 / 1

Ministro da Comunicação Social, Nuno Albino (à esquerda), na cerimónia de cumprimentos de Fim de Ano

Foto: Alberto Julião

Nuno Albino “Carnaval”, Ministro da Comunicação Social

Foto: Alberto Julião

O anúncio foi feito nesta segunda-feira, em Luanda, pelo ministro da Comunicação Social, Nuno Albino “Carnaval”, quando discursava na cerimónia de cumprimentos de fim de ano aos responsáveis dos órgãos tutelados pelo MCS.

Fez saber que o projecto prevê formar técnicos, em dois países não especificados, para darem resposta às necessidades do funcionamento do centro, que poderá contribuir para a gestão e melhoria da qualidade da comunicação social em Angola.

Precisou que o Centro de Pesquisa da Comunicação Social estará sob condução do Centro de Formação de Jornalistas (CEFOJOR).

Referiu, por outro lado, que uma das principais apostas do sector para os próximos tempos será a implementação de um amplo programa de formação de curta, média e longa duração dos quadros do sector.

As formações, ressaltou, vão abranger os profissionais de rádio, televisão e imprensa, de modo a se elevar a qualidade dos conteúdos dos órgãos de comunicação social no país.

Informou que o MCS está a trabalhar para que os protocolos assumidos por Angola no domínio da comunicação social, com mais de seis países, possam ser concretizados, principalmente com a China, Reino Unido e Espanha.

A reestruturação e modernização dos órgãos de comunicação social públicos, assim como a melhoria das condições sociais e de trabalho dos jornalistas, em particular, é outra das prioridades do MCS, para os próximos tempos.

Reconheceu a necessidade de se conferir maior dignidade aos órgãos de comunicação públicos, no sentido de estarem no topo e liderarem os mais variados segmentos informativos como televisão, imprensa, rádio e principalmente a mídia digital.

O governante abordou ainda a questão da reforma institucional e do ajustamento do pacote legislativo da Comunicação Social, no sentido de adequá-lo ao novo contexto e às dinâmicas políticas e sociais em curso no país.

Nuno Albino fez avaliação positiva do trabalho desenvolvido pelo MCS e das direcções dos órgãos tuteladas pelo sector.

Leia também
  • 12/08/2019 18:09:41

    ERCA demarca-se de acusações de conselheiro

    Luanda - O Conselho Directivo da Entidade Reguladora da Comunicação Social (ERCA) demarcou-se, nesta segunda-feira, do pronunciamento do seu conselheiro Carlos Alberto, emitido em Luanda, a 08 de Agosto, em conferência de imprensa.

  • 26/07/2019 19:13:53

    MCS congratula-se com cancelamento da greve na RNA

    Luanda - O Ministério da Comunicação Social (MCS) manifestou a sua congratulação pela decisão dos jornalistas e outros trabalhadores da Rádio Nacional de Angola (RNA) de cancelarem a greve marcada para o dia 29 deste mês, cuja intenção foi expressa segunda-feira (22).

  • 22/07/2019 21:16:15

    MCS apela ao diálogo entre SJA e administração da RNA

    Luanda - O Ministério da Comunicação Social (MCS) apela ao diálogo entre o Sindicato de Jornalistas Angolanos (SJA) e o Conselho de Administração da Rádio Nacional de Angola (RNA), para chegarem a entendimento e evitarem eventual greve marcada para o dia 29 deste mês.