Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

11 Março de 2019 | 14h08 - Actualizado em 12 Março de 2019 | 15h24

Mirex forma técnicos para prevenção da violência

Luanda - Catorze técnicos dos Ministérios da Educação, Saúde, Acção Social Família e Promoção da Mulher e do Interior estão a ser capacitados para serem formadores nacionais na prevenção da violência sexual baseada no género numa co-organização do Ministério das Relações Exteriores (Mirex), a Coordenação Nacional sobre a Região dos Grandes Lagos e o Centro de Formação de Kampala (Uganda).

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

O curso visa o reforço das acções na luta contra a violência baseada no género, be como capacitar os formadores no sentido de apurarem a persistente prevalência das violações sexuais baseada no género, na sua maioria nos países da região do grandes lagos, particularmente, em áreas afectadas por conflitos violentos e pela insegurança.

A formação, iniciada hoje, segunda-feira, em Luanda, tem ainda como objectivo construir a capacidade profissional e institucional de formadores nacionais na entrega e coordenação para prevenção de violência sexual baseada no género e fortalecer estratégias de prevenção e resposta na região dos grandes grandes.

Dados oficiais dão conta que, só em 2018, mil e 866 casos de violência foram registados nos centros de aconselhamento familiar do Ministério da Acção Social, Família e Promoção da Mulher, a maioria envolvendo mulheres.

Até o mês de Novembro de 2018 foram registados 438 casos de violações sexuais, com 332 detidos, sendo 284 casos de violações sexuais contra mulheres, com 284 detidos e 72 casos contra menores, com 48 detidos.

De acordo com a directora dos Recursos Humanos do Mirex, Ana Paula do Nascimento, mais medidas deverão ser implementadas contra os responsáveis de crimes de violência sexual baseada no género.

Considerou ser fundamental encorajar, de igual modo, os estados membros da Região dos Grandes Lagos para o reforço da legislação nacional visando proteger os direitos da mulher, criar tribunais especiais onde não existam, sessões judiciais e procedimentos especiais sobre violência sexual baseada no género para acelerar a gestão de casos pendentes, e solicitar a rede de cooperação jurídica da região dos grandes lagos para que priorize tratamento de casos sobre a matéria.

Já para o coordenador nacional da conferência internacional sobre a região dos grandes lagos (CIRGL), Evaristo Dias, cada estado-membro possui mecanismos nacionais para coordenação que implementa o pacto a nível nacional.

Referiu ser objectivo implementar o pacto da CIRGL sobre a segurança, estabilidade e desenvolvimento relativamente a luta contra a violência sexual e do género a nível nacional.

O curso tem o seu término previsto para sexta-feira, dia 15.

O centro de formação regional sobre o combate à violência sexual baseada no género é uma instituição da conferência internacional sobre a região dos grandes lagos, com sede em Kampala, República do Uganda, vocacionada para a formação e sensibilização dos oficiais de justiça, polícias, assistentes sociais, profissionais de saúde e outras pessoas que lidam com casos de violência sexual baseada no género e a população geral dos estados membros da CIRGL.

Assuntos Formação   Sociedade   Violência  

Leia também
  • 12/03/2019 15:34:46

    Técnicos recebem conhecimentos sobre gestão de dados

    Cacolo - Oitenta técnicos, dentre Agentes de Desenvolvimento Comunitário (ADECOS), do sector da saúde e membros da Unidade Técnica Municipal da administração do Cacolo, província da Lunda Sul, recebem desde hoje, terça-feira, formação sobre a base de dados de gestão de casos de malária, baseada na plataforma electrónica "kobocollect".

  • 12/03/2019 13:35:42

    Comandante da PN de Luanda quer efectivos melhor capacitados

    Luanda - O novo comandante provincial de Luanda Comissário-chefe, Eduardo Fernando Cerqueira, disse hoje, terça-feira, em Luanda, que a Polícia Nacional quer na sua corporação efectivos capacitados para fazerem um trabalho de prevenção e combate ao crime, respeitando acima de tudo a população e os direitos humanos.

  • 11/03/2019 17:59:35

    Sucesso da emancipação das mulheres depende da união

    Huambo - O sucesso da emancipação e empoderamento das mulheres no país dependem da união deste grupo social, formação académica, acesso ao emprego e demais oportunidades de caracter político e socio-económico.

  • 11/03/2019 17:42:25

    CLESE com dificuldades de espaço para responder a procura formativa

    Huambo - O Centro Local de Empreendedorismo e Serviços de Emprego (CLESE), na província do Huambo, está com dificuldades de espaço para responder a demanda em termos de procura formativa.