Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

20 Março de 2019 | 16h24 - Actualizado em 20 Março de 2019 | 16h24

Falta de emprego para deficientes preocupa presidente da ANDA

Luanda - A falta de emprego, habitação, acessibilidade aos serviços públicos, cadeira de rodas, muletas e guia para cegos constituem as principais preocupações das oito mil pessoas com deficiência controladas pela Associação Nacional de Deficientes de Angola (ANDA) na província do Uíge.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Presidente da ANDA, Silva Lopes Etiambulo

Foto: joaquina Bento

Esta informação foi prestada nesta quarta-feira à Angop pelo presidente da ANDA, Silva Lopes Etiambulo, quando procedia ao balanço da visita efectuada a essa província no  passado fim de semana.

De acordo com o responsável, durante a sua estada na província do Uíge constatou com preocupação a paralisação há três meses, por falta de peças de reposição, da máquina de serralharia e de corte e costura do centro de formação de artes e ofícios, criado há seis anos no âmbito do projecto Vem Comigo, financiado pelo Governo Angolano.

Informou que este centro, desde a sua fundação, já formou 126 pessoas com deficiência nas áreas de corte e costura, serralharia, recauchutagem e informática, apelando para que sejam feitas demarches no sentido de se fazer uma reparação urgente dos equipamentos avariados.    

 Silva Etiambulo, por outro lado, manifestou-se satisfeito pela integração de 360 deficientes ex-militares numa cooperativa agrícola controlada pela delegação provincial dos  Antigos Combatentes e Veteranos da Pátria, que tem contribuído para a melhoria da qualidade de vida dos mesmos e seus  familiares.

No entanto, criticou a pouca sensibilidade demonstrada pelo sociedade civil da  província do Uíge em relação às questões sociais que afectam as pessoas com deficiência, aproveitando a ocasião para uma maior solidariedade para esta causa.

Assuntos Angola   Sociedade  

Leia também
  • 20/03/2019 16:04:04

    Huíla com 151 casos de violência doméstica em três meses

    Lubango - Cento e 51 casos de violência doméstica foram registados de Janeiro à Março desta ano na província da Huíla, o que representa um aumento de 23 casos comparativamente ao igual período anterior.

  • 20/03/2019 15:54:31

    Oito pessoas desparecidas devido a chuva no Lubango

    Lubango - Oito pessoas, entre as quais cinco crianças, estão desaparecidas em consequências da forte chuva que durante quatro horas assolou a cidade do Lubango, província da Huíla, no final de terça-feira.

  • 20/03/2019 14:28:18

    Descarga atmosférica mata uma pessoa em Caconda

    Caconda - Um homem de 61 anos de idade morreu segunda-feira no município de Caconda, província da Huíla, vítima de uma descarga atmosférica resultante da chuva que assolou a localidade.