Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

11 Abril de 2019 | 16h55 - Actualizado em 11 Abril de 2019 | 16h51

Vela causa incêndio na centralidade do Quilomosso

Uíge - Um apartamento incendiou na noite de quarta-feira, na centralidade do Quilomosso, cidade do Uíge, em consequência do desgaste de uma vela que causou a destruição parcial dos bens, sem causar vítimas, apurou a Angop.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

O incêndio, o primeiro na centralidade, acontece num momento em que a cidade capital e outras localidades da província estão sem energia eléctrica há mais de dez dias, o que tem obrigado os populares a buscarem fontes alternativas de iluminação e conservação dos bens alimentares.

A residência afectada começou por ser intervencionada pelos moradores, tendo sido o fogo extinto pelo Serviço de Protecção de Civil e Bombeiros do Uíge.

Segundo testemunhas que ajudaram a extinguir o fogo na fase inicial, a causa do incêndio foi negligência no posicionamento da vela que, depois de derreter, uma parte cedeu fora da base metálica, atingindo de seguida o chão, vestuários, eletrodomésticos e outros bens, propagando-se pelo resto do apartamento.

Diante do sucedido, os moradores lamentaram a inexistência de uma unidade dos Bombeiros na centralidade, o que contribuiu para a extinção tardia do fogo.

Segundo o cidadão Albertino Matondo, na localidade um posto da Polícia Nacional, e considera urgente que a Administração da centralidade trabalhe também para a instalação de uma unidade de bombeiros para se evitar situações piores.

Outro aspecto apontado pela moradora Rosa Sofia está ligado com a ausência das chamadas “bocas de incêndio”, que ajudariam a combater incêndios em fase inicial, assim como detectores de fogo, depósitos de areia, a semelhança das bombas de combustíveis, extintores e outros meios auxiliares.

A centralidade tem actualmente mais três mil habitantes.

Leia também
  • 03/04/2019 01:19:17

    Incêndios com danos de mais seis milhões de kwanzas

    Lubango - Seis milhões, 999 e 300 Kwanzas é o valor dos danos matérias causados por 12 incêndios de pequenas e médias proporções registados no primeiro trimestre do ano, na província da Huíla, menos oito em relação ao igual período anterior.

  • 29/03/2019 06:35:56

    Moradores do Uíge insatisfeitos com obras paralisadas desde 2013

    Uíge - Os moradores do bairro Candombe Velho, na cidade do Uíge, manifestaram quinta-feira a sua insatisfação pela falta de conclusão das obras de reabilitação e construção das ruas locais, iniciadas em 2013.

  • 28/03/2019 21:17:23

    Polícia apreende viatura com quatro mil litros de petróleo

    Uíge - A Polícia de Guarda Fronteiras apreendeu, esta semana, um camião com quatro mil 850 litros de petróleo em bidões, na localidade de Quimbata, município de Maquela do Zombo (Uíge), quando pretendia atingir a República do Congo (RDC).