Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

21 Abril de 2019 | 17h34 - Actualizado em 21 Abril de 2019 | 17h33

Bengo: Defendida inserção no sistema da segurança social

Caxito - O secretário-geral da União dos Sindicatos dos trabalhadores do Bengo, Mateus Manuel Canjongo, defendeu sábado, em Caxito, a necessidade de todas as empresas privadas e estatais a inscreverem os seus trabalhadores no sistema obrigatório do Instituto Nacional de Segurança Social, para garantir a reforma.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Em declarações à Angop, a margem de uma palestra realizada sobre os direitos e deveres dos trabalhadores, Mateus Canjongo, sublinhou que existe empresas privadas que labutam na província, que ainda não inscreveram os seus trabalhadores no INSS, situação que preocupa a União dos Sindicatos no Bengo.

Exemplificou, por outro lado, alguns trabalhadores que trabalham no perímetro irrigado de Caxito, nas empresas como da “Nova Agrolider” e “Sacribengo”, dentre outras instituições, que ainda não estão inscritas.

O responsável assegurou que vão continuar a persuadir as empresas  no sentido de se cumprir aquilo que está estipulado na lei geral do trabalho e pedir-lhes que e faça mais um esforço na aquisição de meios de transporte para facilitar a deslocação dos funcionários que enfrentam problemas de Táxi.

Esclareceu ainda que actualmente a Unta-Confederação sindical controla no município do Dande, 6.970 trabalhadores dos quais ro 1900 estão filiados nos três sindicados dos diferentes ramos de actividade, nomeadamente, nos Sindicatos de Alimentação que comporta os sectores de Comercio e Hotelaria, de Educação, Cultura, Juventude e Desporto e de Agro-pecuária e Pesca.

Apelou igualmente, as entidades empregadores a continuarem a melhorar as condições dos trabalhadores, como de salários, transporte, habitação, saúde, aquisição e uso adequado dos equipamentos de protecção no local de trabalho, sendo os principais problemas que lhes assolam. 

Mateus Manuel Canjongo aconselhou, igualmente, os trabalhadores das empresas privadas e estatais no sentido de filiarem-se nos sindicados criados no Bengo porque a união faz força, para que em caso de um conflito laboral, o sindicado vai procurar uma reconciliação.

Em Caxito, hoje, a Unta-Confederação Sindical realizou uma palestra sob o lema; Direitos e deveres e a importância do uso dos equipamentos de protecção no local de trabalho.

O evento decorreu em memoria dos trabalhadores falecidos e leccionados num acidente que ocorreu a 28 de Abril 1969, numa mina no Estado de Virgia (EUA) que provocou a morte de cerca de 78 trabalhadores.

A data, saliente-se, é consagrada através de uma resolução da Organização Internacional do trabalho, (OIT), como dia dos trabalhadores falecidos e lesionados.

Leia também
  • 19/04/2019 22:49:26

    Criadas equipas avançadas de atendimento aos munícipes

    Luanda - A repartição de Saúde do município de Cacuaco, província de Luanda, criou equipas avançadas para o atendimento, a partir do dia 25 do mês em curso, às duzentas e 50 mil famílias residentes no bairro do Belo Monte (Cacuaco), em Luanda.

  • 19/04/2019 13:41:02

    Malanje com 73 novos enfermeiros e nove farmacêuticos

    Malanje - Oitenta e dois estudantes, dos quais 73 do curso de Ciências de Enfermagem e 9 de Ciências Farmacêuticas, formados pelo Instituto Superior Politécnico de Malanje (ISPM) entre 2014 e 2018, receberem quinta-feira os seus diplomas de licenciatura.

  • 19/04/2019 12:58:14

    SIC recupera três viaturas furtadas na Lunda Sul

    Saurimo - Três viaturas furtadas este mês na cidade de Saurimo, província da Lunda Sul, foram recuperadas numa operação do Serviço de Investigação Criminal (SIC).