Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

16 Maio de 2019 | 21h29 - Actualizado em 17 Maio de 2019 | 17h42

Morre jornalista angolano Paulo Pinha

Luanda - Morreu, esta quinta-feira, em Lisboa, vítima de doença, o jornalista angolano Paulo Pinha, profissional da empresa Edições Novembro.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Malogrado Jornalista Paulo Pinha

Foto: Cortesia de Francisco Bernardo/Edições Novembro

De 61 anos, Paulo Pinha é um dos mais antigos profissionais do “Jornal de Angola”, um dos títulos da Edições Novembro, onde trabalhava como redactor na secção “Copy Desk”.

Natural de Luanda, o profissional da comunicação social foi director do semanário “Correio da Semana” e comentarista do programa “Manhãs de Desporto”, da emissora Luanda Antena Comercial (LAC), sobre desporto automóvel, com destaque para Fórmula 1.

No seu trajecto profissional, Paulo Pinha passou, também, pela ANGOP, e colaborou, ainda, na revista de bordo “Austral”, da TAAG, a transportadora aérea angolana, e foi colaborador de muitas outras publicações.

Leia também
  • 15/05/2019 12:32:28

    Papa apela ao uso positivo das redes sociais

    Luanda - O Papa Francisco apelou ao uso das redes sociais como ferramenta para comunhão e não para o isolamento.

  • 14/05/2019 15:03:03

    À beira da crise, Cunene luta pela sobrevivência

    Ondjiva - Sem chuva, sem pasto e com risco iminente de crise humanitária. Há oito meses, o Cunene enfrenta a mais severa estiagem da sua história, que já deixou mais de oitocentas mil famílias e mais de um milhão de bovinos à beira da morte.

  • 05/11/2018 12:52:38

    Formação ajuda a atingir a excelência - PCA Angop

    Luanda - As acções de formação são importantes, pois se pretende melhorar a qualidade do trabalho desenvolvido pela Agência de Notícias Angola Press (Angop) e atingir a excelência.