Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

08 Junho de 2019 | 09h55 - Actualizado em 08 Junho de 2019 | 09h55

Governador promete isentar pagamento de luz e água a deficientes visuais

Benguela - O governo provincial de Benguela vai apoiar alguns membros da Associação Provincial de Apoio aos Deficientes Visuais (APADV), com a isenção do pagamento de energia eléctrica e água potável, afirmou o titular da pasta, Rui Falcão.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Rui Falcão - Governador de Benguela (arquivo)

Foto: Evaristo Joaquim

Segundo o responsável, que falava durante uma visita que efectuou àquela associação, visando aferir as dificuldades dos seus filiados, dentro de alguns dias, o governo vai definir um grupo de trabalho, coordenado pela vice-governadora para o sector social, económico e político, Deolinda Valiangula, um representante dos sectores da Educação, Saúde, Energia e Águas e Acção Social, para resolver os problemas que afectam esses cidadãos.

“A equipa a ser criada vai analisar quem é e onde cada associado vive, para que o grupo da Acção Social possa fazer o levantamento, em coordenação com a equipa da Energia e Águas, e encontrar uma forma de isentar as suas casas do pagamento destes serviços”, disse Rui Falcão.

Segundo o governante, para além deste levantamento nominal, será preciso também especificar o tipo de apoio para cada membro, de modo a, paulatinamente, o governo resolver os problemas dos deficientes visuais.

“Também não vamos conseguir tudo de uma só vez, nós precisamos saber exactamente quais são os deficientes visuais e outros que têm casa e dificuldade de pagar água e luz, para resolver alguns dos problemas que estão aqui”, disse.

Quanto ao apoio em transporte, Rui Falcão disponibilizou-se em ajudar a associação sempre que esta necessitar, contactando a secretária do governo, enquanto não houver uma viatura para entregar à instituição.  

O responsável adiantou, por outro lado, que, no caso de saúde, será atribuído um cartão para que os deficientes sejam atendidos com prioridade, enquanto na área do emprego garantiu ver aquilo que são as funções de base para poder resolver paulatinamente estes problemas.

Associação Provincial de Apoio aos Deficientes Visuais (APADV) controla 2.873 deficientes, dos quais 1.844 visuais e 1.029 deficientes com problemas motores e sensoriais.

Participaram da visita, os directores provinciais da Saúde, Educação, Família e Promoção da Mulher e representantes dos deficientes vindos de vários municípios da província de Benguela.  

Leia também
  • 05/06/2019 10:43:27

    Centro diocesano começa a ser construído em Benguela

    Benguela - Um centro pastoral dedicado a dom Amaral dos Santos, primeiro bispo da diocese de Benguela, começa a ser construído ainda este ano, nesta cidade, albergando, dentre outros, um estabelecimento do Instituto Politécnico Superior Católico de Benguela (ISPOCAB).

  • 04/06/2019 18:23:39

    Restos mortais do activista José Patrocínio repousam no cemitério da Catumbela

    Catumbela - Os restos mortais do activista e coordenador da ONG OMUNGA, José António Martins Patrocínio, falecido no último sábado (01), no Hospital Geral de Benguela, vítima de paragem cardíaca, foram a enterrar hoje, terça-feira, no cemitério municipal da Catumbela, na província de Benguela.

  • 04/06/2019 17:20:08

    Antigos combatentes querem apoio para reintegração socioeconómica

    Benguela - Os participantes do primeiro conselho consultivo alargado do Ministério dos Antigos Combatentes e Veteranos de Pátria recomendaram, esta terça-feira, em Benguela, a contínua reintegração socioeconómica dos assistidos, através da atribuição de meios de trabalho e implementação de actividades produtivas.