Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

13 Junho de 2019 | 12h57 - Actualizado em 13 Junho de 2019 | 12h57

Huambo: World Vision facilita acesso da população à água potável

Huambo- A World Vision, organização não-governamental americana, vai entregar este ano, às populações residentes nas zonas rurais do município da Caála, na província do Huambo, 53 pontos de abastecimento de água potável.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Em construção desde Outubro do ano passado, no âmbito do programa de água, saneamento e prmoção de higiene, os equipamentos sociais visam facilitar o acesso da população à água potável, no sentido de combater doenças causadas pelo consumo de água imprópria.

Ao anunciar o facto hoje, quinta-feira, à ANGOP, o director de operações desta organização humanitária, Jorge Pires, informou que os pontos de água, que ficam prontos em Setembro, estão a ser construídos em 15 comunidades rurais, 14 escolas e três centros de saúde.

Explicou que o projecto, avaliado em 260 mil dólares americanos, prevê beneficiar, aproximadamente, 50 mil pessoas sem acesso à água potável, e cuja água que consomem, apesar de imprópria, é retirada em lugares muito afastados das zonas de residência.

Disse que em comunidades rurais com população igual ou superior a 1000 estão em construção pontos de água equipados com painéis solares, enquanto as de menor densidade demográfica vão ter enquipamentos manuais, vulgarmente conhecidos por manivelas.

De acordo ainda com Jorge Pires, nas 15 comunidades estão em construção 38 equipamentos de fornecimento de água potável, dos quais cinco com placas solares, para um universo de 20 mil e 178 pessoas, enquanto nos três centros de saúde a World Vision está a montar, para cinco mil e 100 beneficiários, dois pontos com placa solar e um manual.

Os restantes pontos de água potável, segundo o director de operações da organização não-governamental, estão em construção nas 14 escolas, sendo 10 manuais e dois com painés solares.

Deu a conhecer que, entre 2011 a Outubro de 2018, a World Vision construiu 900 pontos de abastecimento de água potável, em localidades rurais dos municípios da Caála, Ecunha, Ucuma e Longonjo, que estão a beneficiar milhares de pessoas que antes percorriam longas distâncias para ter acesso à água para o consumo, nem sempre em melhores condições.

Fundada em 1951 na Korea, por Robert Pierce, um pastor americano da Igreja Baptista, a World Vision, presente em Angola desde 1988, tem como um dos seus alvos a transformação humana, trabalhando a favor de pobres e oprimidos.  No mundo desenvolve projectos de desenvolvimento e de emergência em 100 países de distintos continentes.

Assuntos Província » Huambo  

Leia também
  • 13/06/2019 09:52:58

    Huambo: Autoridades promovem campanha de administração do albendazol

    Huambo - Trezentos e 57 mil e 882 alunos menores de 15 anos de idade, integrados nas escolas primárias do I ciclo do ensino secundário dos municípios do Huambo e do Longonjo, vão ser desparasitados entre os dias 17 e 22 deste mês, durante a campanha de administração do albendazol.

  • 12/06/2019 18:09:39

    Huambo: Psicólogo aponta soluções para combate à violência contra criança

    Huambo - O psicólogo clínico Nvunda Tonet defendeu esta quarta-feira, no Huambo, o acompanhamento integral da forma de ser e de estar das crianças, por parte dos pais e encarregados de educação, como uma das soluções para combater a violência contra esta franja da sociedade.

  • 12/06/2019 14:37:27

    População da Caála ganha três novas infra-estruturais sociais

    Huambo - A população do município da Caála, 23 quilómetros da cidade do Huambo, ganhou nesta quarta-feira três novas infra-estruturas sociais, construídas pela administração local, no âmbito do programa de combate à pobreza.