Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

06 Julho de 2019 | 12h45 - Actualizado em 06 Julho de 2019 | 12h52

Escuteiros realizam campanha porta-à- porta para vítimas da seca do Sul de Angola

Luanda- Mais de cem jovens, afectos a Junta Regional de Escuteiros de Angola realizaram hoje(Sábado), em Luanda, uma campanha porta-à-porta nos arredores do município da Ingombota e Maianga em Luanda, no âmbito da campanha de Apoio às Vítimas da Seca, promovido pela Rádio Nacional de Angola.

Por: Fatima Pereira

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

A campanha, que termina dia 7 do corrente mês ,surge em função do "grito de socorro" da população desta região, que precisa da mobilização de toda sociedade para superar a carência de bens e serviços que afecta as províncias do Sul de Angola.

O penúltimo dia (6) marca o pré-encerramento da campanha organizada pela RNA, que decorreu sob o lema " Unimos o país pelas vitimas da seca",tendo nela envolvido, escuteiros e actividades desportivas, marchas de tambores , banda musical, com o intuito de que cada elemento participante trouxesse um bem não perecível.

Segundo a Administradora Executiva da Rádio Nacional de Angola (RNA) Síria de  Castro, em declarações a Angop, o balanço geral dessa envolvência da sociedade e de instituições públicas e privadas vai acontecer no dia 13 do corrente mês, com a entrega oficial de bens recolhidos ao Ministério da Acção Social, Família e Promoção da Mulher (MASFAMU), que coordena o projecto a nível do Governo.

Já o  porta-voz da Junta Regional dos Escuteiros, Francisco Henda, a acção teve como objectivo prestar a solidariedade aos irmãos que sofrem as consequências da seca no sul de Angola e considera o acto de caridade e faz parte da acção diária da junta regional dos escuteiros, em situações de calamidade.

Como resultado da falta de chuva, problema recorrente no Sul de Angola, 171 mil e 488 famílias enfrentam sérias dificuldades naquela província e é em função desta catástrofe natural que desde de Outubro de 2018 que as sementes não germinam o que comprometeu a colheita.

Assuntos Solidariedade  

Leia também
  • 30/06/2019 03:13:28

    Fundação Lwini oferece próteses especiais a crianças

    Luanda - Três crianças beneficiaram de forma gratuita, sábado, em Luanda, de próteses especiais em impressão 3D para os membros superiores, numa iniciativa da Fundação Lwini em parceria com os centros reabilitação física do Huambo e da capital do país, assim como do engenheiro mecatrónico brasileiro Thiago Jucá.

  • 25/06/2019 14:11:08

    MPLA leva solidariedade ao Cunene

    Luanda - O MPLA entregou, nesta terça-feira, 50 toneladas de bens às populações da província do Cunene afectadas pela seca.

  • 24/06/2019 21:46:48

    Vice-presidente do MPLA entrega donativos no Cunene

    Luanda - A vice-presidente do MPLA, Luísa Damião, preside, esta terça-feira, em Ondjiva, sede provincial do Cunene, à cerimónia de entrega de donativos recolhidos para apoiar as populações vítimas da prolongada seca na província.