Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

12 Julho de 2019 | 19h28 - Actualizado em 12 Julho de 2019 | 19h28

Crianças reunidas para falar da delinquência infanto-juvenil

Luanda - A degradação do património público, índice de delinquência infanto-juvenil, poluição sonora e a inexistência de espaços de lazer,foram algumas da preocupações apresentadas, hoje (sexta-feira), pelas crianças do município do Cazenga, em Luanda.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Crianças da OPA durante uma Palestra

Foto: Cortesia de Ana Maria Ramos

As preocupações foram apresentadas durante o Primeiro Encontro Municipal de Auscultação Infanto-juvenil, onde participaram 150 crianças, uma iniciativa da Organização do Pioneiro de Agostinho Neto ( OPA).

Promovido sob o lema " Participação das crianças na gestão do património público", realizado na Mediateca " Ze Du", o encontro contou com a presença do administrador municipal do Cazenga, Albino da Conceição José.

O encontro teve como objectivo apresentar as inúmeras dificuldades que as crianças vivem na observância e cumprimento dos 11 compromissos consagrados pelo Executivo.

O guia principal da OPA do Cazenga, Gerson Mateus, disse que as crianças estão preocupadas com a inexistência de parques de diversão e outros locais para momentos de lazer, condições condignas de ensino em algumas escolas,  entre outros.

Precisou que auscultar as crianças é uma forma destas exprimirem os seus direitos, preocupações, ideias e  inquietações naquilo que é a gestão da coisa pública.

Gerson Mateus avançou que as considerações finais do encontro serão apresentadas num memorando em Janeiro de 2020, altura em que vai decorrer o Segundo Encontro Municipal de Auscultação Infanto-juvenil, onde serão analisadas as exigências.

O administrador municipal do Cazenga, em Luanda, Albino da Conceição José, disse que de acordo com as verbas disponibilizadas serão criadas condições para atender as necessidades das crianças.

 

Leia também
  • 12/07/2019 01:48:34

    Gala solidária arrecada mais de seis milhões de kwanzas em leilão

    Luanda - O Governo da Província de Luanda (GPL) arrecadou, na noite dessa quinta-feira, por altura de um leilão realizado na gala de beneficência "Luanda Solidária", a favor das vítimas da seca no sul do país (províncias do Namibe, Cunene, Huíla e Cuando Cubango), seis milhões e 300 mil kwanzas.

  • 12/07/2019 00:51:36

    Prédio habitado pode desabar na Ingombota

    Luanda - O edifício denominado "prédio do banco BIC", localizado no largo do Pelourinho, Avenida Rainha Ginga, distrito urbano da Ingombota, em Luanda, deve ser evacuado por estar na iminência de desabar, recomendou nessa quinta-feira o Comando do Serviço Nacional de Protecção Civil e Bombeiros (SNPCB).

  • 11/07/2019 17:35:39

    Polícia detém pastor congolês acusado de abuso sexual

    Luanda - As autoridades policiais angolanas detiveram na quarta-feira, em Luanda, um pastor de nacionalidade congolesa da Igreja do Espírito Santo (IESA), acusado de abusos sexuais e de ter engravidado uma adolescente, informou fonte da Polícia Nacional (PN).