Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

13 Julho de 2019 | 10h56 - Actualizado em 13 Julho de 2019 | 10h56

Cuanza Norte: Ex-militares beneficiam de kits de trabalho

Ndalatando - Onze ex-militares residentes no município do Cazengo, província do Cuanza Norte, beneficiaram este sábado, em Ndalatando, de kits de trabalho, no quadro do processo de reintegração social dos mesmos na vida sócio-profissional.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Os ex-militares, desmobilizados no âmbito dos protocolos de Bicesse e de Lusaka receberam kits de alfaiataria, compostos por tecidos, ferros de engomar, máquinas de costura e de comércio, com vista a promoverem o auto- emprego.

Os beneficiários receberam também do Instituto de Reintegração Socio-profissional dos Ex-militares (IRSEM), chapas de zinco, cimento, portas, mesas e cadeiras de plásticos, para ajudar na construção de ateliês para o exercício das suas actividades.

Na sua mensagem, os beneficiários agradeceram o apoio do IRSEM, tendo em conta as dificuldades que enfrentam na aquisição de meios de trabalho, tendo considerado o gesto como uma demonstração do engajamento do Executivo angolano na reintegração social e na melhoria das condições de vida da classe.

Testemunhou o acto, a administradora municipal do Cazengo, Maria de Lourdes Salgado, que instou os beneficiários a organizarem-se em cooperativas de produção, para facilitar a assistência do Governo e a dinamizarem melhor as suas actividades.

Para si, a organização em associações ou cooperativas, além de facilitar a assistência do Governo, a iniciativa pode, de igual modo, permitir aos filiados produzirem mais, criarem empregos e, desta forma, aumentarem a sua renda.

Por outro lado, a responsável encorajou o IRSEM a continuar com a mesma acção, no sentido de abranger outros ex-militares.

Já a representante do IRSEM no Cuanza Norte, Ana Maria Feijó Caetano, pediu aos contemplados no sentido de aplicarem os meios recebidos, em conformidade com os objectivos pelos quais foram definidos.

No município do Cazengo, o IRSEM controla três mil, 981 ex-militares, inseridos em diferentes programas de assistência.

Leia também
  • 12/07/2019 00:51:36

    Prédio habitado pode desabar na Ingombota

    Luanda - O edifício denominado "prédio do banco BIC", localizado no largo do Pelourinho, Avenida Rainha Ginga, distrito urbano da Ingombota, em Luanda, deve ser evacuado por estar na iminência de desabar, recomendou nessa quinta-feira o Comando do Serviço Nacional de Protecção Civil e Bombeiros (SNPCB).

  • 11/07/2019 16:49:29

    Recolhidas mais de nove toneladas de bens para vítimas da seca

    Ndalatando - Cerca de nove toneladas de bens diversos foram angariados, durante trinta dias, pela emissora provincial da Rádio Nacional de Angola (RNA) do Cuanza Norte, no âmbito da campanha solidária de recolha de donativos para as vítimas da seca do sul do país.

  • 11/07/2019 14:26:42

    Governador incentiva denúncia de actos ilícitos

    Luena - O governador provincial do Moxico, Gonçalves Muandumba, incentivou hoje, quinta-feira, na cidade do Luena, os jovens a denunciarem actos ilícitos, de forma a ajudar no programa de combate à corrupção e o nepotismo no país.