Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

09 Julho de 2019 | 00h08 - Actualizado em 09 Julho de 2019 | 00h07

RNA angaria oito toneladas para vítimas da seca na região

Menongue - Pelo menos oito toneladas de bens diversos, entre alimentares e não alimentares, foram entregues hoje, segunda-feira, pela emissora local da Rádio Nacional de Angola à direcção do Gabinete de Acção Social, Família e Igualdade do Género, para fazer chegar às populações afectadas pela seca no Cuando Cubango.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

A entrega foi feita formalmente pelo coordenador adjunto da campanha pela emissora provincial, Aristides Kito, à directora do Gabinete de Acção Social, Família e Igualdade do Género, Isabel Ferro, acto decorrido nas instalações do órgão estatal da comunicação social.

O jornalista Aristides Kito agradeceu a pronta entrega da sociedade civil, empresários, instituições estatais, pessoas singulares e igrejas, que durante o mês doaram de tudo, superando a previsão de cinco toneladas.

Apontou que, por orientação da direcção central da RNA, segunda-feira tinha que se entregar os bens resultantes da campanha “Unimos o País”, uma vez que as pessoas afectadas estão assoladas pela fome e devem esperar mais.

A directora Isabel Ferro considerou de positiva a campanha levada a cabo pela RNA em Menongue, uma vez que a situação da fome está arrasar crianças, jovens e adultos, nos nove municípios do Cuando Cubango.

Advogou que, apesar de a campanha ter terminado segunda-feira, é necessária continuidade na entrega de bens ao gabinete que dirige, para que estes apoios se juntem a outros que a direcção tem recebido do governo central, sobretudo para os municípios da orla fronteiriça com a Namíbia, concretamente Cuangar, Calai, Dirico até Rivungo.

Das mais de 70 mil famílias afectadas, até ao momento, 40 por cento viram assistência do governo, situação agudizada pelo difícil acesso de camiões para o interior do Cuando Cubango, concretamente nos municípios citados, onde até se está a usar, em algumas áreas, carroças, bem como das poucas quantidades de alimentos existentes.

Leia também
  • 06/07/2019 12:45:55

    Escuteiros realizam campanha porta-à- porta para vítimas da seca do Sul de Angola

    Luanda- Mais de cem jovens, afectos a Junta Regional de Escuteiros de Angola realizaram hoje(Sábado), em Luanda, uma campanha porta-à-porta nos arredores do município da Ingombota e Maianga em Luanda, no âmbito da campanha de Apoio às Vítimas da Seca, promovido pela Rádio Nacional de Angola.

  • 05/07/2019 20:54:17

    UNITA angaria bens para vítimas da seca

    Menongue - A UNITA está a realizar pelo país uma campanha de angariação de bens de primeira necessidade para apoiar as vítimas da seca, que afecta regiões do sul de Angola disse hoje, quarta-feira, em Menongue, capital da província do Cuando Cubango, o secretário desta organização na circunscrição, Adriano Sapiñala.

  • 04/07/2019 21:19:39

    Instalados mais de duzentos contadores pré-pagos em Menongue

    Menongue - Duzentos e dez contadores pré-pago foram instalados, em Menongue, capital do Cuando Cubango, desde o último trimestre até ao presente mês, pela Empresa Nacional de Distribuição de Energia Eléctrica (ENDE), por formas a permitir uma melhor cobrança e arrecadação de receitas.