Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

21 Julho de 2019 | 12h04 - Actualizado em 21 Julho de 2019 | 12h04

Benguela solidariza-se com vítimas da seca no Cuando Cubango

Menongue - Trinta toneladas de peixe fresco do tipo sardinha foram entregues este sábado, em Menongue, pelo representante do governo de Benguela à direcção provincial do Gabinete de Acção Social, Família e Igualdade do Género, para juntarem-se aos apoios das vítimas da seca no Cuando Cubango.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

O assistente social da direcção provincial de Acção Social, Família e Igualdade do Género de Benguela, Joaquim Kapuca Severino, que fez a entrega do produto , transportado em contentores frigoríficos, disse  que se  mobilizou a população para se juntar a  causa solidária,   através dos meios de comunicação social.

  Disse que a pretensão e continuar angariar produtos sensibilizando a população e  direccionar - los  às vítimas do Cuando Cubango,  Huíla, Cunene e Namibe, igualmente assoladas pela seca.

Já a chefe de departamento para  Acção Social, Família e Igualdade do Género no Cuando Cubango, Cecília Incha, considerou de louvável o gesto do governo de Benguela, dizendo que o mesmo  vai  minimizar a situação de algumas  famílias afectadas pela seca, sobretudo nos municípios do Cuangar, Calai e Dirico,  áreas fronteiriças com a Namíbia, que enfrentam uma realidade crítica em relação aos demais.

 Informou que gestos semelhantes têm se registado de outras instituições,  resultantes da campanha levada a cabo, desde o mês passado, pela emissora provincial da Rádio Nacional de Angola e do empresário Francisco de Almeida Tchicote.

Actualmente o governo do Cuando Cubango empenha-se no angariamento de mais apoios para minimizar a situação de mais de 70 mil famílias afectadas pela seca, perfazendo mais de 350 mil pessoas, que têm recebido alguma assistência do governo central, mas que os mais de 191 toneladas de bens diversos até ao momento recepcionados são insuficientes.

Leia também
  • 20/07/2019 20:28:37

    Primeira Dama prestigia Fundação portuguesa

    Lisboa (Da correspondente) - A Primeira Dama de Angola, Ana Dias Lourenço, participou na última sexta-feira, em Lisboa, na qualidade de convidada especial, na cerimónia de entrega dos prémios Calouste Gulbenkian, que marcou mais um aniversário da morte do seu patrono.

  • 20/07/2019 11:56:06

    Cuando Cubango: Deputados do MPLA avaliam situação da seca

    Menongue - Uma delegação de cinco deputados do MPLA inicia hoje, sábado, no Cuando Cubango, uma visita de três dias para constatação da situação da seca no município do Cuangar, considerada crítica nos últimos meses.

  • 20/07/2019 10:00:53

    Icolo e Bengo ganha duas escolas primárias

    Duas escolas primárias, com capacidade para albergar 720 alunos, serão inauguradas em Setembro do ano em curso, para inserir no processo de ensino crianças da comunidade de Nzenza do Gulungo, município de Icolo e Bengo, em Luanda.