Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

19 Julho de 2019 | 16h47 - Actualizado em 19 Julho de 2019 | 16h47

Embaixada sul-africana doa bens em saudação ao Dia de Mandela

Luanda - A Embaixada da África do Sul doou hoje, (sexta-feira), bens de primeira necessidade e detergentes, ao centro de acolhimento Lar de Nazaré, em Cacuaco, em saudação ao Dia Internacional de Nelson Mandela, assinalado quinta-feira, (18).

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Constam da oferta, produtos como óleo, massa alimentar, arroz, feijão, açúcar e outros de higiene, entregues pela conselheira política do embaixador, Maria de Freitas que prometeu continuar com acções do género.

É a terceira vez, desde 2017, que esta embaixada doa bens ao Lar.

Maria de Freitas referiu que a Embaixada da África do Sul e seus parceiros vão ajudar na conclusão da escola de seis salas e a infra-estrutura administrativa, em construção no quintal do Lar.

De acordo com a fundadora e responsável do Lar, Generosa Kanguia, missionária da Santíssima Trindade, da Igreja Católica, a pobreza tem obrigado a que os pais, até a presente data, continuem a deixar os filhos sob a responsabilidade do Centro, sobretudo para serem formados.

O Lar tem 10 salas de aulas, das quais quatro em chapas de zinco que serão substituídas assim que terminarem as obras de mais seis salas em construção e que albergam 600 alunos, da iniciação à 6ª classe.

O Centro cuida de 54 crianças, das quais 33 meninas menores em regime de internato e um rapaz.

A responsável deseja tornar o Lar auto-sustentável, de formas a ser independente de doações, com a prática da agricultura, mas diz-se incapaz de o fazer, apesar de terem em posse 16 hectares para o efeito, na província do Bengo.

Por este facto, o presidente da Câmara de Comércio Angola/África do Sul, Vitoriano Ferreira Nicolau, assegurou que a partir do dia 22 do corrente mês, um grupo agro-pecuário do Bengo vai começar a desmatar o terreno, preparar os solos, ensinar pessoas do Lar como lidar com a terra e organizar a produção.

“Há dois tipos de apoios, sendo o primeiro plano com carácter de emergência, com a satisfação das necessidades básicas das crianças, como alimentos, vestuário e material de higiene, limpeza e apetrechamento de escritório”, confirmou.

O Centro de Acolhimento Lar de Nazaré carece de alimentos, assistência médica e medicamentosa.

O projecto foi criado no dia 15 de Setembro de 1999, por ver as crianças, na altura do conflito armado, órfãs e abandonadas, com o objectivo de acolhe-las e providenciar-lhes formação académica e profissional.

Disse ter já reintegrado na sociedade, desde 2000, 60 meninas, algumas das quais terminaram o ensino médio e outras licenciadas fora da instituição.

Leia também
  • 18/07/2019 15:31:42

    Invasão de terra domina encontro de auscultação em Viana

    Luanda - Os municipes de viana reuniram-se hoje (Quinta-feira) no primeiro encontro de auscultação das comunidades para falar da invasão de terras, criminalidade, iluminação públicas e saneamento básico.

  • 18/07/2019 11:52:30

    Meliante linchado depois de assassinar vendedora

    Luanda - Um jovem de 18 anos foi linchado, na quarta-feira, depois de ter assaltado e matado uma mulher a quem roubou haveres, nos arredores do mercado "Terra Vermelha", município do Cazenga, em Luanda.

  • 17/07/2019 15:47:21

    Acção Social leva bens a Comarca do Congo

    Uíge - O Gabinete Provincial da Acção Social, Família e Igualidade do Género entregou, nesta quarta-feira, bens diversos a unidade penitenciária da Comarca do Congo, na cidade do Uíge.