Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

19 Julho de 2019 | 11h40 - Actualizado em 19 Julho de 2019 | 13h12

Mãe mata filha por "roubar" milho

Huambo - Uma mulher de 43 anos de idade foi detida quinta-feira, no município do Longonjo, a 62 quilómetros da cidade do Huambo, por suposto assassinato da própria filha de 11 anos, a quem acusou de ter subtraído dois quilos de milho, soube hoje, sexta-feira, a Angop.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Ao confirmar o facto, o porta-voz da Polícia Nacional na província do Huambo, intendente Martinho Kavita Satito, disse que o crime ocorreu por volta das 5h00 de quinta-feira, no interior de uma residência do bairro Nunes, comuna da Catabola (Longonjo).

Referiu que o crime de agressão, que resultou em morte, aconteceu depois de a mãe ter questionado a menor sobre o destino dado aos dois quilos de milho que faltavam.

O intendente Martinho Kavita Satito informou que a cidadã em causa foi detida horas depois, no hospital municipal, quando tentava socorrer a menor, que acabou por falecer devido à gravidade dos ferimentos.

O porta-voz da Polícia Nacional no Huambo disse que a corporação, em trabalho coordenado com o Serviço de Investigação Criminal (SIC), deteve igualmente quinta-feira dois cidadãos de 55 e 19 anos, acusados do crime de homicídios.

O primeiro caso, segundo o oficial superior da Polícia Nacional, aconteceu no bairro do Cavongue, arredores da cidade do Huambo, onde um ancião de 71 anos de idade foi morto com uma arma de arremesso (pau) em plena via pública, por um homem de 55 anos, após desentendimento.

O segundo crime, igualmente motivado por desentendimento em plena cidade Baixa, foi cometido contra um cidadão de 29 anos, por um amigo de 19.

Nestes dois últimos casos, de acordo com o oficial superior da Polícia Nacional, os autores já se encontram a contas com a justiça.

Assuntos Província » Huambo  

Leia também
  • 17/07/2019 20:39:13

    Rixa entre grupos de supostos marginais termina em morte na Caála

    Caála - Um jovem de 23 anos de idade morreu, na noite desta terça-feira, numa das ruas do bairro Cemitério, arredores da cidade da Caála (Huambo), após uma rixa entre grupos marginais, motivada supostamente por questões passionais, soube hoje, quarta-feira, a ANGOP.

  • 17/07/2019 11:27:51

    Explosão de morteiro mata três crianças no Ucuma

    Huambo - Três crianças, com idades entre os 11 aos 14 anos, morreram e uma outra ficou gravemente ferida, na sequência da explosão de um morteiro de RPG-7, ocorrida esta semana, na vila do Ucuma, a 87 quilómetros a Oeste da cidade do Huambo.

  • 16/07/2019 21:35:30

    Inspector da Saúde alerta para fragilidade da fronteira com a RDC

    Huambo - O inspector-geral do Ministério da Saúde, Miguel dos Santos de Oliveira, referiu esta terça-feira, no Huambo, que a extensa fronteira terrestre entre a República de Angola e a Democrática do Congo (RDC), na parte Norte e Leste do país, constitui a primeira zona de entrada de medicamentos falsos e contrafeitos, que são um atentado à saúde pública.