Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

09 Agosto de 2019 | 15h52 - Actualizado em 09 Agosto de 2019 | 15h52

Responsável aconselha mulheres apostarem mais na formação

Mbanza Kongo - O vice-governador provincial para o sector Político, Económico e Social do Zaire, António Kialungila, exortou hoje, sexta-feira, em Mbanza Kongo, às mulheres angolanas a apostarem mais na formação académica e profissional, para melhor afirmarem-se na sociedade.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Mulheres do Ministério do Interior (arquivo)

Foto: Joaquim Tomás

O responsável fez este pronunciamento quando intervinha num encontro sobre igualdade e equidade no género tendo frisado que o sucesso na carreira profissional, a competência laboral e conquista dos direitos femininos são atingidos com formação académica das mulheres.

Apontou a iliteracia, que ainda atinge grande parte da população feminina de Angola, como o principal factor de pobreza e desigualdade no género no país.

Salientou que, no âmbito da igualdade e equidade no género, não basta ser mulher para aspirar cargos de liderança nas instituições públicas ou em outras organizações da sociedade civil, mas devem estar capacitadas para assumirem tais lugares.

Reconheceu haver desequilíbrios marcantes na representatividade no género em muitos organismos estatais e da sociedade civil no Zaire, facto que deve ser invertido nos próximos tempos.

Segundo o vice-governador, existem mais mulheres do que homens nas cooperativas agrícolas, associações de camponeses, igrejas e outras organizações sociais e produtivas, mas geralmente é a camada masculina que aparece a liderar tais instituições.

Lembrou que, o quadro jurídico e institucional angolano é manifestamente favorável para uma maior emancipação da mulher nas vertentes da vida económica, política, social e cultural.

O encontro, promovido pelo Ministério da Acção Social, Família e Igualdade no Género, através da Direcção Nacional dos Direitos da Mulher, serviu para avaliar as acções da política nacional de igualdade e equidade no género referentes ao período de 2013/2018.

Assuntos Mulheres   Província » Zaire  

Leia também
  • 08/08/2019 16:32:22

    País regista baixa execução da política de igualdade no género

    Mbanza Kongo - A execução das acções preconizadas pela política nacional para a igualdade e equidade no género no país, no período de 2013/2018, rondou abaixo dos 50%, percentagem negativa, atendendo as metas estabelecidas.

  • 07/08/2019 12:52:18

    Incêndios causam danos de mais de 30 milhões de Kz

    Mbanza Kongo - Trinta e seis milhões, duzentos e sessenta e três mil e quinhentos Kwanzas é o resultado de danos materiais causados por 44 incêndios de pequenas e médias proporções registados de Janeiro a Junho deste ano, na província do Zaire.

  • 05/08/2019 16:15:49

    Detidos enfermeiros acusados de desviar mosquiteiros

    Mbanza Kongo - Dois enfermeiros foram detidos sábado (03), no municipio do Nzeto, província do Zaire, pelo suposto desvio de 900 mosquiteiros impregnados com insecticida, destinados ao Programa de Combate à Malária da região.