Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

23 Agosto de 2019 | 11h26 - Actualizado em 23 Agosto de 2019 | 11h26

Projecto assiste 20 mil crianças de seis municípios

Cuito - Vinte mil crianças dos municípios do Chinguar, Catabola (Bié) Lucussi, Camanongue (Moxico), Damba e Uíge (Uíge) vão beneficiar do Programa de Transferências Sociais Monetárias - Valor da Criança, que visa a melhoria do seu bem-estar mediante dotação financeira trimestral.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Iniciativa visa promover o bem-estar das crianças

Foto: leopoldo Viana

O facto foi revelado pela ministra angolana da Acção Social, Família e Promoção da Mulher (MASFAMU), Faustina Alves, quando discursava no lançamento do Programa de Transferências Sociais Monetárias – Valor da Criança, realizado quinta-feira, na comuna da Chipeta, município de Catabola, na província do Bié.

Para a implementação do referido programa, que vai até Dezembro de 2020, o MASFAMU conta com financiamento da União Europeia (EU) no valor de 32 milhões de Euros e apoio técnico do UNICEF.

A governante salientou que deste valor nove milhões de Euros serão empregues nos programas de transferências sociais monetárias e o restante em projectos sociais como os de arte e ofícios.

Segundo ela, os programas de protecção social monetária reapresentam uma ferramenta importante para promover o bem-estar das crianças e constituem um elemento básico para a sua protecção social.

O programa Valor Criança é desenvolvido pelo MASFAMU e consiste na entrega de um valor monetário trimestralmente às famílias com crianças menores de cinco anos, visando melhorar o bem-estar dos infantes e suas famílias.

A TSM (Transferências Sociais Monetárias) vai ajudar a proporcionar níveis aceitáveis nutricionais, enquanto a medida de protecção social representa um investimento do Estado, direccionado no capital humano, para salvaguardar o desenvolvimento psico-motor e cognitivo das crianças e sobretudo aumentar a frequência escolar.

Faustina Alves referiu que o programa está enquadrado num pacote mais alargado de medidas de protecção social que vai ajudar as famílias nos processos de inclusão financeiras e bancárias, acesso ao registo de nascimento e Bilhete de Identidade.

Reiterou a necessidade das famílias beneficiárias aderirem os programas de vacinação para garantir os níveis de imunização das crianças, às campanhas de registo de nascimento, bem como assegurar o enquadramento dos pequenos nos centros e escolas.

O governador do Bié em exercício, José Fernando Tchatuvela enalteceu a iniciativa do MASFAMU, sublinhando que ela vai eliminar o elevado índice de vulnerabilidade a que as crianças estão expostas.

Assuntos Criança   Província » Bié  

Leia também
  • 17/08/2019 15:18:58

    Município de Nhârea ganha duas novas escolas

    Nhârea - As comunas da Lúbia, Gamba, municípios da Nhârea (Bié), contam desde sexta-feira (16), com duas novas escolas do I e II ciclos de ensino construídas de raiz, no âmbito do Programa de Investimentos Públicos (PIB).

  • 16/08/2019 19:10:47

    Jovem mata esposa à paulada no Chinguar

    Cuito - Uma mulher de 25 anos de idade foi morta à paulada pelo marido na terça-feira no bairro Bumba, arredores da sede municipal do Chinguar, província do Bié, após desentendimento por ciúmes.

  • 16/08/2019 13:33:12

    Ex-militares recebem material de trabalho no Andulo

    Andulo - Cinquenta e seis ex-militares receberam hoje, sexta-feira, no município do Andulo, província do Bié, duas moagens, material de serralheira e de alfaiataria, para ajudar a desenvolver negócios, de forma a garantir o seu auto-sustento e de suas famílias.