Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

20 Setembro de 2019 | 17h07 - Actualizado em 20 Setembro de 2019 | 17h07

ERCA recolhe contribuições para Proposta do Código de Ética

Luena - Jornalistas dos distintos órgãos de Comunicação Social públicos e privados contribuíram hoje, sexta-feira, no Luena, com ideias, para o enriquecimento da proposta do novo Código de Ética e Deontologia da classe.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

1 / 1

Jornalista analisaram Código de Ética e Deontologia

Foto: kinda kyungu

As contribuições foram recolhidas no acto de apresentação da referida proposta, pela Conselheira da Entidade Reguladora da Comunicação Social (ERCA), Edith Daniel.

Na ocasião, a Conselheira da ERCA disse que o encontro visa recolher ideias concretas dos jornalistas para se melhorar o documento ainda em discussão.

Explicou que a Carteira de Jornalistas, em via de emissão, vai reger a vida profissional, para além de reconhecer a sua função a nível nacional e institucional.

Edith Daniel considera importante a aprovação do Código de Ética e Deontologia dos Jornalistas.

O jornalista da emissora local da Rádio Nacional de Angola (RNA), Narciso Samuel Luís, sugeriu a inclusão de modelos para atribuição de carteiras profissionais, olhando, sobretudo, para os antigos membros da classe que não possuem formação média e superior.

Por seu turno, o director local da Televisão Pública de Angola (TPA), Ngaiele Muecheno Fundão, pediu que se retirasse alguns pontos da actual proposta do Código de Ética e Deontologia, uma vez que se assemelham com as constantes no Estatuto do Jornalista.

No termo do debate, foram eleitos dois jornalistas, nomeadamente Narciso Samuel Luís e Ramiro Cauina, para representaram o Moxico no encontro nacional, a realizar-se, em Luanda, no dia 26 do próximo mês (Outubro).

A Entidade Reguladora da Comunicação Social (ERCA) é uma pessoa colectiva de direito público, dotada de autonomia administrativa e de património próprio.

Exerce suas actividades de regulação e de supervisão da Comunicação Social em conformidade com o disposto na constituição e na Lei.

Leia também
  • 20/09/2019 15:41:40

    Deficientes na Lunda Sul recebem meios de apoios

    Saurimo - Trinta e dois cidadãos deficientes, na província da Lunda Sul, beneficiaram de kits de construção, cadeiras de rodas, alvenaria e comércio, com vista a facilitar a sua locomoção e a inicialização de negócios.

  • 20/09/2019 13:32:34

    Deficientes visuais em formação no Cuanza Sul

    Sumbe - Quinze membros da Associação Provincial de Cegos e Ambliopes participam a partir desta sexta-feira, na cidade do Sumbe, província do Cuanza Sul, numa formação sobre empreendedorismo.

  • 20/09/2019 11:56:15

    Mais de 200 reclusos concluem formação profissional

    Sumbe - Duzentos e oitenta reclusos concluíram a formação nas especialidades de electricidade, serralharia e carpintaria, no Centro Penitenciário para Jovens, no Waco Cungo.