Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

10 Outubro de 2019 | 15h13 - Actualizado em 10 Outubro de 2019 | 15h13

Escassez de PTs condiciona melhoria no fornecimento de energia

Huambo - A escassez de Postes de Transformação (PTs) está a condicionar a melhoria no fornecimento de energia eléctrica ao município do Huambo, sede da província com o mesmo nome , deu a conhecer esta quinta-feira, em entrevista à Angop, o director da Empresa Nacional de Distribuição de Electricidade (ENDE), José António da Cunha.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

De acordo com o responsável da ENDE, esta empresa necessita de cerca de 300 novos postes de transformação de energia eléctrica com capacidade entre 250 a 1.000 KVs para melhorar a qualidade do fornecimento de energia eléctrica aos mais de um milhão e 500 habitantes do município do Huambo.

José António da Cunha assegurou que, com estes equipamentos, haverá a cobertura do fornecimento de energia eléctrica nos bairros onde já existe a rede de distribuição domiciliar.

O responsável informou que a instituição que dirige tem dificuldade de estender a rede de distribuição de energia eléctrica para os novos bairros que estão a surgir no casco urbano da cidade do Huambo, por falta de equipamentos, recebemos diariamente centenas de solicitações e não há capacidade de resposta à demanda dos novos clientes.

“A ENDE possui capacidade para atender os habitantes do município do Huambo a 100 porcento, por quanto, temos ainda uma reserva de uma potência energia na ordem dos 56 megawotts do sistema de Lauca, mas tem de haver um investimento nas redes de distribuição e transformação, instalação de subestações, PTs e nas ligações domiciliares”, destacou.

José António da Cunha reconheceu o grande investimento efectuado pelo governo angolano no processo de produção de energia eléctrica no país, porém referiu que falta direccionar outros recursos para as questões referidas, para  que possa haver mais consumidores e receitas para os cofres do Estado, bem como aventar-se a possibilidade de vender a produção de energia para outros países.

"Existe um investimento muito fraco no sector industrial na província e a empresa RNT pretende subir a potência nos próximos tempos para 196 megawottsde do sistema Norte, de Lauca, o que poderá, sem dificuldades, alavancar o sector industrial e por na rede os municípios do Cachiungo, Ukuma, Ekunha, Chinjenje e Mungo, que ainda dependem das administrações", explicou.

Acrescentou que, actualmente, a empresa controla no município do Huambo perto de 160 postes de transformação de energia, que permitiu efectuar 17.500 ligações domiciliares, com contadores do sistema pré-pago, além de outras 2.500 luminárias, em mais de 100 bairros periféricos das cidades do Huambo e da Caála.

Explicou que, no âmbito das 2.500 luminárias da linha de crédito da China, estão cadastrados 7.262 novos clientes, ao passo que 10 mil outros já se encontram conectados à rede de iluminação pública, embora não tenham ainda contratos definitivos.

José António da Cunha deu a conhecer que a ENDE conta com 68.926 clientes, sendo 28.860 do sistema pré-pago, 40.005 do regime pós-pago e 61 do sistema de média tensão, distribuídos nos municípios do Huambo, com 66.802 clientes, Caála, com 6.402 e Bailundo, com 1.680.

Informou ainda que, nesta altura está em curso a montagem da linha de transportação de energia eléctrica de 8 megawotts para a Centralidade do Lossambo e Bairro da Juventude, que será servido pela subestação do Sacaála, o que vai por fim a utilização dos grupos geradores instalado naquela localidade.

Assuntos Província » Huambo  

Leia também
  • 09/10/2019 12:56:26

    LARDEF intensifica acções de advocacia

    Huambo - A Liga de Apoio à Integração dos Deficientes (LARDEF) na província do Huambo intensificou, nos últimos meses, as acções de advocacia junto das comunidades e das instituições públicas/privadas, de forma a combater as barreiras que estes têm encontrado no mercado de emprego.

  • 09/10/2019 11:02:19

    Adesão aos serviços postais aumenta no Huambo

    Huambo - A adesão aos serviços postais tem aumentado, de ano após ano, na província do Huambo, movimentando diariamente, em média, 75 pacotes e encomendas postais, muito acima do registado em 2015.

  • 08/10/2019 19:28:46

    Novos autocarros melhoram circulação de pessoas e bens

    Huambo - Vinte novos autocarros foram colocados hoje, terça-feira, à disposição da população da província do Huambo, com o objectivo de melhorar a circulação urbana e inter-municipal, no quadro do reforço do sector dos transportes públicos e colectivos de passageiros.