Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

16 Outubro de 2019 | 03h11 - Actualizado em 16 Outubro de 2019 | 08h13

Chuva interrompe circulação na periferia de Mbanza Kongo

Mbanza Kongo - A circulação rodoviária na rua Ludy Kissassunda, que liga o largo do Monteiro à zona das 15 casas, periferia da cidade de Mbanza Kongo, província do Zaire, está desde segunda-feira interrompida devido às “fortes” chuvas que atingem a região nos últimos dias.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Asfaltada em 2017, no quadro do programa de construção e reabilitação das vias urbanas do Governo Provincial, a referida rua de cerca de dois quilómetros, foi cortada ao meio devido ao mau estado de conservação da passagem hidráulica (manilhas), destruída pela correnteza das águas pluviais.

Bastante movimentada, a rua Ludy Kissassunda passa pela denominada zona do Banda-Mar, alternativa para quem se desloca ao hospital municipal de Mbanza Kongo e ao mercado das 15 casas.

O director do gabinete provincial de Obras Públicas e Energia, Tiago Augusto, informou terça-feira, à Angop, que contactos estão a ser feitos com a empresa que construiu a infra-estrutura para a sua reabilitação.

"A base e a sub-base do tapete asfáltico, bem como as manilhas foram todas destruídas pela força das águas da chuva", explicou, apelando aos automobilistas e motociclistas a evitarem circular naquele troço.

Considerou que o elevado volume de água, desviado do local onde decorrer as obras de contenção de uma ravina no bairro 4 de Fevereiro, periferia de Mbanza Kongo, pode também estar na base do estado actual da rua.

Ntombo Matukondwa, morador da zona há mais de 15 anos, sugeriu o alargamento da vala de drenagem, para facilitar o escoamento rápido das águas da chuva.

“Quando chove com intensidade, as nossas casas ficam alagadas devido a incapacidade da vala em escoar a água”, referiu.

Desde o início da época chuvosa, a cidade de Mbanza Kongo, capital da província do Zaire, está a receber chuvas fora do comum, cujos prejuízos materiais estão por avaliar.

O Instituto Nacional de Meteorologia e Geofísica (INAMET) prevê, até às 18h00 desta quarta-feira (16), para a região norte do país, a ocorrência de chuva moderada a forte, acompanhada de trovoadas em alguns municípios das províncias do Zaire, de Cabinda, Malanje, do Uíge, da Lunda Norte e Sul.

Assuntos Chuvas   Província » Zaire  

Leia também
  • 09/10/2019 17:17:55

    ERCA recomenda rigor no uso das redes sociais

    Saurimo - O presidente da Entidade Reguladora da Comunicação Social Angolana (ERCA), Adelino de Almeida, defendeu, nesta quarta-feira, em Saurimo (Lunda Sul), a necessidade do uso das redes sociais de forma rigorosa e responsável.

  • 08/10/2019 13:29:29

    Cadeia de Kivanda beneficia de sistema de água potável

    Soyo - Um sistema de captação, tratamento e distribuição de água potável para a unidade penitenciária de Kivanda, município do Soyo, província do Zaire, entra em funcionamento no próximo mês de Novembro do ano em curso.

  • 07/10/2019 15:51:39

    Chuva deixa zonas de Luanda sem electricidade

    Luanda - Alguns bairros da capital angolana (Luanda) ficaram privados do fornecimento de energia eléctrica, na madrugada de segunda-feira, em consequência da chuva que caiu nesse período.