Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

11 Janeiro de 2020 | 04h09 - Actualizado em 11 Janeiro de 2020 | 03h11

Lar de idosos do Lobito clama por reabilitação

Lobito - O Lar São Vicente de Paulo, o único vocacionado para acolher idosos vulneráveis na cidade do Lobito, província de Benguela, está a necessitar de obras de reabilitação, no sentido de evitar maior degradação da sua infra-estrutura.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Idosos em lar da 3ª idade (arquivo)

Foto: Leonardo Castro

Esse pronunciamento foi feito à Angop, sexta-feira, pela responsável da instituição de caridade, madre Maria Valero, a propósito da situação do lar, que existe desde 1994.

Afirmou que a falta de manutenção da estrutura física do lar é um dos maiores problemas enfrentado pela direcção do centro de acolhimento de pessoas da terceira idade.

A também missionária da Congregação Filha da Caridade de São Vicente de Paulo apelou às autoridades públicas e agentes privados no sentido de apoiarem na manutenção da estrutura física do lar, no sentido de se garantir maior dignidade aos idosos, acolhidos naquele centro.

“Precisamos de apoio urgente para a manutenção do lar”, reforçou a madre de nacionalidade espanhola, salientando que o centro tem capacidade para albergar 24 idosos, distribuídos por oito quartos, com três camas cada.

A responsável fez saber que um dos seus principais benfeitores do lar é a Empresa de Águas e Saneamento do Lobito (EASL), que isentou o centro de acolhimento de idosos do pagamento do consumo da água.

Realçou, de igual modo, o apoio recebido de entidades particulares, entre as quais do empresário Victor Alves, presidente do grupo INAR, que tem ajudado com produtos alimentares.

Informou que a assistência médica e medicamentosa, assim como outras necessidades básicas, são suportadas pela própria congregação, ressaltando que dos 24 idosos acolhidos, na sua maior parte com 70 anos de  idade, entre homens e mulheres, nove são portadores de deficiência física e a sua locomoção é feita com ajuda de cadeira de rodas.

Deu a conhecer que alguns dos idosos são antigos deslocados da guerra da província do Huambo e do Bié, enquanto outros são indivíduos das cidades de Benguela e Lobito, respectivamente, abandonados pelas próprias famílias.

Ressaltou que a direcção do lar tem ocupado o tempo dos idosos com pequenas tarefas domésticas e momentos de diversão com  jogos, música, histórias e sessões de perguntas e respostas para exercitar a mente.

Situado no bairro Kassai, o Lar São Vicente de Paulo, foi fundado pelo missionário espanhol Jacinto Simão, sensibilizado pelas dificuldades enfrentadas por idosos angolanos, que abandonaram as suas regiões de origem e buscaram refugio em Benguela, no período da guerra civil no país, que já terminou em 2002.

Assuntos Idoso   Província » Benguela  

Leia também
  • 09/01/2020 13:39:58

    Incêndio destrói fábrica em Benguela

    Benguela - Um incêndio de grandes proporções ocorrido na madrugada de hoje (quinta-feira), na zona industrial do Uchi, arredores da cidade de Benguela, destruiu totalmente uma fábrica de embalagem e dois armazéns de bens alimentares, sem causar vítimas.

  • 08/01/2020 21:04:53

    Chuva inunda mais de trezentas residências no Soyo

    Soyo - Trezentas e 48 residências ficaram inundadas em consequência da chuva que caiu, na terça-feira, sobre a cidade do Soyo, província do Zaire.

  • 07/01/2020 19:12:18

    Falta de água na zona Alta do Lobito tem dias contados

    Lobito - A falta recorrente de água na zona Alta da cidade do Lobito, em Benguela, poderá ser resolvida este ano, com a implementação de acções que prevêem aumentar a capacidade de produção desse líquido, anunciou esta terça-feira o presidente do Conselho de Administração da Empresa de Águas e Saneamento da região, Henrique Calengue.