Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

14 Janeiro de 2020 | 17h36 - Actualizado em 14 Janeiro de 2020 | 17h37

Cacuaco vai responsabilizar empresas

Luanda- A administração municipal de Cacuaco vai responsabilizar criminalmente as empresas que estão a explorar inertes de forma ilegal, numa mina que está a 500 metros da centralidade do Sequele, em Luanda.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Espaço em obras(Arquivo).

Foto: Mário Francisco

O facto  foi anunciado ,hoje terça-feira, durante uma visita de constatação feita pelo administrador local, Auzílio Jacob, ao distrito do Sequele e aos estaleiros da empresa CTCÉ, que se encontram desactivados.

De acordo com o responsável, havendo um défice de infra-estruturas sociais na circunscrição, as estruturas desativadas  devem ser entregues à administração local, de formas a transforma-las em escolas, hospitais, centros de acolhimento, ginásio, entre outros bens sociais.

Auzílio Jacob entende que, não se deve continuar a trabalhar nestes moldes, “assistimos serenos e impávido o sofrimento dos  concidadãos que resulta de alguma incompetência dos gestores. Disse.

O administrador  explicou que, depois de terminado o contracto com a empresa construtora da centralidade do distrito, deve-se receber todos os activos que estiveram envolvidos na construção da obra, para serem transformados em objectos sociais, que futuramente sirvam às populações.

Assuntos Província » Luanda  

Leia também
  • 14/01/2020 16:00:17

    Acesso ao saneamento básico ainda é baixo

    Luanda - O acesso ao saneamento básico e higiénico em Angola ainda é baixo, sobretudo, nas zonas rurais, disse hoje (terça-feira) o técnico da Direcção Nacional do Ambiente, Severino Fernandes.

  • 14/01/2020 14:26:37

    EPAL-E.P restringe fornecimento de água

    Luanda - A Empresa Pública de Águas EPAL-E.P está a restringir, o fornecimento de água potável em algumas áreas da província de Luanda, devido o aumento do nível de turvação de água, resultante das quedas pluviométricas verificadas na capital .

  • 14/01/2020 13:43:03

    Kilamba regista melhorias em segurança pública

    Luanda - Um projecto denominado "A Nossa Esquadra" está a ser implementado no Distrito Urbano do Kilamba, para melhorar a segurança pública na área, informou a comandante da 52ª esquadra, Inspectora-chefe Gorete Fernando.