Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

22 Janeiro de 2020 | 08h53 - Actualizado em 22 Janeiro de 2020 | 08h52

Chuva no Moxico deixa mais de três mil famílias desabrigadas

Luena - Três mil e quatrocentas e oitenta e duas famílias ficaram desabrigadas, na província do Moxico, de Setembro de 2019 a Janeiro em curso, em consequência da forte chuva que cai na região, disse terça-feira, no Luena, o Governador local, Gonçalves Muandumba.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

1 / 1

Moxico: 1ª Sessão extraordinária do Governo Provincial

Foto: kinda kyungu

Em declarações à imprensa no termo da primeira sessão extraordinária do governo provincial, o governante informou que a chuva destruiu mil e 33 casas de construção precária, apontando a comuna do lago Dilolo, o município do Alto Zambeze e da Cameia como as áreas mais afectadas, sobretudo as populações que vivem nas zonas ribeirinhas.

Para acudir a situação, Gonçalves Muandumba, disse que o governo já está a mobilizar o pessoal médico das instituições sanitárias públicas e privadas, bem como ONG, com vista a intervir nas eventuais consequências que poderão advir.

O governador provincial pediu, por outro lado, a solidariedade das igrejas, membros da sociedade civil e pessoas de boa fé, com as vítimas da chuva que na sua maioria está alojada em casa de parentes e nas Igrejas.

Ainda, por causa da chuva, alertou que a cidade do Luena poderá registar nos próximos tempos cortes constantes no fornecimento de energia eléctrica e água canalizada, devido a progressão da ravina do bairro Caminina.

Antevê igualmente, dias difíceis para a população local, devido o estado avançado de degradação da estrada que liga Malanje as províncias do leste do país, o que dificulta a transportação dos produtos da cesta básica e não só.

Sobre a distribuição dos apoios às populações dos municípios dos Bundas e Luchazes afectadas pela seca, ficou a recomendação aos administradores para confirmarem a recepção dos produtos enviados, incluindo a avaliação do seu impacto junto das populações necessitadas.  

Leia também
  • 21/01/2020 21:14:51

    Comboio colhe mortalmente anciã no Luena

    Luena - Uma anciã, que aparenta ter 74 anos de idade, foi colhida mortalmente hoje, terça-feira, arredores da cidade do Luena, por um comboio de passageiro do Caminho de Ferro de Benguela (CFB), na província do Moxico.

  • 21/01/2020 18:07:23

    Casos passionais lideram causas de homicídios em 2019

    Lubango - Cento e cinquenta e dois homicídios foram registados em 2019 na província da Huíla pelo Serviço de Investigação Criminal (SIC), mais dois casos em relação a 2018, cem dos quais provocados por questões passionais.

  • 21/01/2020 13:23:24

    Ministro da Comunicação Social trabalha no Bié

    Cuito - O ministro da Comunicação Social, Nuno dos Anjos Albino, chegou hoje (terça-feira) ao município do Chitembo, para constatar o funcionamento do Centro Emissor da Rádio Nacional de Angola, dando início à sua visita de trabalho à província do Bié.