Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

24 Janeiro de 2020 | 22h42 - Actualizado em 26 Janeiro de 2020 | 13h15

Ministro da CS destaca funcionamento da Rádio Waku Kungo

Waku Kungo - O ministro da Comunicação Social, Nuno Albino, considerou hoje (sexta-feira), que o funcionamento ininterrupto da Rádio Waku Kungo, província do Cuanza Sul, reforça o direito à informação e o estado democrático consagrado na Constituição da República de Angola.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Ministro da Comunicação Social, Nuno Albino e o Governador do Cuanza Sul, Job capapinha

Foto: Luís Catraio

Assinatura da declaração de intenção para o arranque da Rádio Waku Kungo PCA da Rádio Nacional, Marcos Lopes e administrador municipal da Cela, António Franco

Foto: Luís Catraio

PCA dos órgão de Comunicação Social de trabalho no Cuanza Sul

Foto: Luís Catraio

O ministro, que falava no acto de assinatura da declaração de intenção para o arranque da Rádio Waku Kungo, sublinhou que a operacionalização do seu sinal visa atender o território do Cuanza Sul e levar a informação sobre a administração do Estado nos municípios Quibala, Cassongue, Ebo e Cela.

“Cria-se assim um espaço de debates, promoção e de elevação da cidadania, bem como o aprofundamento da democracia, para que se possa assegurar o estado de direito”, pontualizou.


Disse ser uma prova incomensurável do titular do poder executivo que orienta o asseguramento do direito à informação e desta forma transmitir e manifestar o interesse público.

O ministro reconheceu que a Rádio Waku Kungo está bem equipada e capaz de emitir os seus programas na região.

A declaração de intenção assinada pelo administrador municipal da Cela, António Wenga Franco, e o presidente do Conselho de Administração da Rádio Nacional de Angola, Marcos Lopes, realça que parte dos custos operacionais será financiado por meio de publicidades.

De igual modo prevê a necessidade da criação de num grupo técnico que no prazo de 30 dias deverá elaborar um memorando de entendimento que define os termos de responsabilidades, visando ao arranque e funcionamento da Rádio Waku Kungo.

Consta que o grupo deverá clarificar,  de entre outros, os assuntos inerentes à contratação e remuneração dos jornalistas para suportar a emissão durante as 24 horas

Desde a sua inauguração, em 2017, a Rádio Waku Kungo, localizada na comuna da Kissanga Kungo, a nove quilómetros da sede municipal, nunca funcionou. Conta com dois estúdios de emissão, sendo um auto-operado, uma central técnica, emissores de frequência modulada, um de seis quilowatts e três de dois quilowatts.

A Rádio pode emitir na frequência 97.2 FM para as sedes municipais do Cassongue, Ebo, Quibala com algumas oscilações nas comunas da Amboiva (Seles), Gabela e Munenga bem como no Alto Hama (Bailundo) província do Huambo.

Os emissores têm a capacidade de transmitir os sinais do Canal A e Rádio 5 e dependem actualmente de grupos geradores prevendo-se a sua ligação na rede pública de energia eléctrica ainda este ano de forma a minorar os custos de emissão.

Actualmente a população recebe o sinal da Rádio através de repetidores.

O ministro fez-se acompanhar pelo Presidentes do conselho da administração da ANGOP, Josué Isaías Salusuva, da Rádio Nacional, Marcos Lopes, das Edições Novembro, Victor Silva, da TPA Francisco Mendes bem como responsáveis seniores do Ministério.

Leia também
  • 23/12/2019 18:35:34

    MCS cria Centro de Pesquisa

    Luanda - O Ministério da Comunicação Social (MCS) prevê criar, dentro de 15 meses, um Centro de Pesquisa da Comunicação Social, para realizar estudos sobre fenómenos relacionados com o sector no país.

  • 12/08/2019 18:09:41

    ERCA demarca-se de acusações de conselheiro

    Luanda - O Conselho Directivo da Entidade Reguladora da Comunicação Social (ERCA) demarcou-se, nesta segunda-feira, do pronunciamento do seu conselheiro Carlos Alberto, emitido em Luanda, a 08 de Agosto, em conferência de imprensa.

  • 26/07/2019 19:13:53

    MCS congratula-se com cancelamento da greve na RNA

    Luanda - O Ministério da Comunicação Social (MCS) manifestou a sua congratulação pela decisão dos jornalistas e outros trabalhadores da Rádio Nacional de Angola (RNA) de cancelarem a greve marcada para o dia 29 deste mês, cuja intenção foi expressa segunda-feira (22).