Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

28 Janeiro de 2020 | 01h23 - Actualizado em 28 Janeiro de 2020 | 01h17

Falsos antigos combatentes devem ser denunciados

Uíge - Os falsos Antigos Combatentes e Veteranos da Pátria que auferem ilicitamente das pensões devem ser denunciados para que o Governo tenha mais verbas para apoiar outros projectos exortou, neste segunda-feira, o secretário de Estado, Domingos André Tchikanha.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

O secretário de Estado do Antigos Combatentes e Veteranos da Pátria deixou o conselho, na cidade do Uíge, aonde abriu à segunda fase de recadastramento a decorrer na região norte, no âmbito da actualização dos dados levada a cabo pelo Ministério.

O responsável recorda que os Antigos Combatentes têm ainda outros benefícios, como subvenção no abastecimento de água, energia eléctrica, nos transportes públicos, habitação e outros projectos, como os agrícolas, em que podem receber máquinas, equipamentos e outros meios.

Entretanto, diante deste quadro, Domingos André Tchikanha aconselha aos participantes ao cadastramento a denunciarem os “fantasmas”, para que o Governo tenha mais recursos para financiar outros programas em benefício da classe e dos verdadeiros pensionistas.

Segundo o secretário, considera-se Antigo Combatente o cidadão que, sob direcção organizada de um movimento ou integrando em células ou grupos activos da clandestinidade, tenha participado ou prestado a sua contribuição na luta de libertação nacional, até o alcance da Independência, ocorrida à 11 de Novembro de 1975.

A referida actividade iniciada hoje, esta a ser realizada por três brigadas compostas por 15 técnicos, entre os quais do Ministério dos Antigos Combatentes e Veteranos da Pátria e das Finanças, que vão trabalhar durante 20 dias nesta província.

Na ocasião, a vice-governadora para o sector Político, Social e Económico, Catarina Pedro Domingo, enalteceu a iniciativa do Ministério por escolher o Uíge para o lançamento desta fase que vai dignificar mais os Antigos Combatentes.

O Gabinete Provincial dos Antigos Combatentes e Veteranos da Pátria no Uíge controla quatro mil e 592 pensionistas, dados estes que serão actualizados e reconfirmados durante os 20 dias de trabalho das brigadas.

Nesta segunda fase de cadastramento dos pensionistas na região norte, inaugurada no Uíge, o processo abrange ainda às províncias de Cabinda, Zaire e Bengo, com vista a se actualizarem os dados estatísticos.

Leia também
  • 27/01/2020 17:39:47

    Falsos antigos combatentes retirados do sistema no Zaire

    Mbanza Kongo - O Gabinete Provincial dos Antigos Combatentes e Veteranos de Guerra da província do Zaire iniciou hoje, segunda-feira, em Mbanza Kongo, o processo de recadastramento e prova de vida dos assistidos, para eliminar falsos pensionistas da base de dados.

  • 18/01/2020 18:23:27

    Governador apela à preservação de bens públicos

    Uíge - A população da província do Uíge foi aconselhada hoje, sábado, a preservar e conservar os bens públicos, para se assegurar a sua longevidade.

  • 14/01/2020 20:45:58

    Antigos combatentes solicitam melhores condições sociais

    Luanda - O Executivo deve adoptar políticas mais eficazes a fim de melhorar as condições sociais dos antigos combatentes, com realce para facilidades na aquisição de créditos bancários e residências, em projectos habitacionais.