Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

18 Fevereiro de 2020 | 08h02 - Actualizado em 18 Fevereiro de 2020 | 08h02

Mais de Akz 100 milhões para acudir calamidades naturais

Dundo- Cento e vinte e nove milhões, 443 mil, 510 kwanzas é o valor disponível para acudir as calamidades naturais e as vítimas na província da Lunda Norte, este ano.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Danos provocados pela chuva (arquivo)

Foto: Pedro Parente

O valor  servirá para aquisição  de  bens alimentares, chapas de zinco, utensílios, entre outras necessidades.

O governador da Lunda Norte, Ernesto Muangala, ao discursar na abertura da primeira reunião ordinária da Comissão Provincial de Proteção Cívil,  apelou as famílias no sentido de evitar a construção em zonas consideradas de riscos.


O também coordenador da Comissão  defende a necessidade de se instalar, com urgência,  sistemas de para-raios nos edifícios públicos  e privados, no âmbito da prevenção de descargas eléctricas e/ou atmosféricas.

Ernesto Muangala considerou a província da Lunda Norte propensa a situações de origem natural, como deslizamento de terra, erosão de solo e descargas atmosféricas, daí a necessidade da população solicitar especialistas antes de construirem as residências para evitar o seu desabamento.

Em 2019, as autoridades locais registaram o desalojamento de 568 famílias em consequência da destruição das suas residências, bem como 10 casos de deslizamento de terra 18 descargas eléctricas.

Actualmente cerca de 54 famílias vivem em zonas consideradas de risco.

Durante a reunião os membros aprovaram o plano de contingência para o período 2020/2022, plano de apoio aos sinistrados e a criação do Centro de Coordenação Operacional.
 

Leia também
  • 16/02/2020 14:40:08

    Governo cria base de dados dos refugiados

    Dundo - As autoridades angolanas e o Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR) vão, este ano, proceder ao levantamento do número real dos refugiados residentes na província da Lunda Norte, para a criação de uma base de dados, com vista a permitir maior controlo dos mesmos.

  • 08/02/2020 09:10:21

    Assembleia da CGSILA marcada por vandalismo

    Dundo - O ex-secretário da Central Geral de Sindicatos Independentes Livres de Angola (CGSILA) na Lunda Norte e o responsável para os assuntos jurídicos desta instituição, André Sucari e Rafael Bonito, respectivamente, foram detidos sexta-feira por vandalismo durante a Assembleia de Balanço e Renovação de Mandatos.

  • 07/02/2020 18:24:02

    Aumenta valor do prémio de jornalismo na Lunda Norte

    Dundo - Sete milhões e 20 mil kwanzas é o valor disponibilizado pelo Governo Provincial da Lunda Norte para a realização da gala do prémio de jornalismo/2020 na circunscrição, contra os cinco milhões e 20 mil kwanzas das últimas edições.