Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

20 Fevereiro de 2020 | 05h03 - Actualizado em 20 Fevereiro de 2020 | 00h00

Mortes por afogamentos aumentam no Cuanza Norte

Ndalatando - Trinta e dois casos de afogamentos foram registados no período compreendido entre Janeiro e Dezembro de 2019, na província do Cuanza Norte, mais 15 em relação ao ano anterior, informou quarta-feira, à Angop, em Ndalatando, o porta-voz dos serviços de Protecção Civil e Bombeiros (SPCB), Joaquim André Domingos.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Cuanza Norte: Crianças tomam banho no rio Lucala

Foto: Diniz Simão

Sem precisar as idades, Joaquim Domingos, disse que a maior parte das vítimas são adolescentes e jovens banhistas que morreram por afogamento quando nadavam em locais proibidos.

Sublinhou ainda que o aumento de casos de afogamento são causados sobretudo pela insistência da população em fazer dos rios locais para banho, acarretar água e lavar pertences pessoais.

De Janeiro deste ano até ao momento aquela instituição já registou cinco afogamentos nos rios Kwanza e Lucala.

O município de Cambambe é o mais propenso, tendo em conta o número de rios e lagoas existentes na região, seguido do Lucala e Cazengo, este ultimo devido ao elevado número de cacimbas abertos em quintais.

Para inverter o quadro, o SPCB na província está a levar a cabo acções de sensibilização na comunidade que incluem a colocação de placas de sinalização para banhistas, com o objectivo de diminuir o índice de afogamentos nos rios.

Segundo o responsável, a província conta com uma unidade de socorro, composta por seis mergulhadores e 12 nadadores-salvadores, que têm realizado operações de busca e salvamento em casos de afogamento, em diferentes localidades da região.

Com 443 mil e 386 habitantes, a província do Cuanza Norte é banhada por 32 rios e 35 lagoas, sendo o Kwanza, Lucala e Zenza, os maiores rios, enquanto o Ngolome e Banze, as maiores lagoas.

Leia também
  • 19/02/2020 21:05:29

    Aumentam infra-estruturas hospitalares no Golungo Alto

    Golungo Alto - O sector da Saúde do município de Golungo Alto, província do Cuanza Norte, conheceu nos últimos dois anos um aumento de sete para 12 unidades sanitárias, fruto do investimento feito pelas autoridades da região.

  • 19/02/2020 20:30:20

    Estudantes apresentam potencialidades no Canfeu

    Ndalatando - A delegação da província do Cuanza Norte que vai participar na 17ª edição do Campo Nacional de Férias de Estudantes Universitários (CANFEU) vai apresentar no evento as potencialidades económicas e turísticas da região.

  • 19/02/2020 10:56:02

    Casos de abuso sexual diminuem na Lunda Norte

    Dundo - Quarenta e cinco crimes de abuso sexual contra crianças foram registados em 2019 na província da Lunda Norte, menos cinco em relação a 2018, soube hoje (quarta-feira) a Angop, de fonte oficial.