Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

02 Abril de 2020 | 19h12 - Actualizado em 02 Abril de 2020 | 19h12

COVID-19: Operadoras de limpeza e saneamento redobram esforços

Luanda - Cinco operadoras de gestão e recolha de resíduos sólidos de Luanda, capital do país, uniram-se no âmbito do combate e controlo da pandemia Coronavírus (COVDI-19).

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Compactadora de lixo

Foto: Pedro Moniz Vidal

Segundo o Governo da Província de Luanda, as referidas empresas, movidas pelo sentimento patriótico e pela responsabilidade social, vão estender as suas acções operacionais em quase todo o território da capital angolana.

A empresa Sambiente Lda está a implantar a incineradora móvel no Calumbo, em Luanda, e já em fase de conclusão, estando encarregue pela gestão e eliminação dos resíduos gerados nos centros de quarentena Calumbo I e II.

 Já a operadora Recoflix vai instalar contentores adequados e ainda a desinfesctação, recolha e transporte dos resíduos dos centros de quarentena Calumbo I e II, bem como do hospital de referência da Barra do Cuanza, para a unidade de eliminação da Sambiente.

Por seu turno a Elisal, apoiará com viaturas e técnicos a Recoflix na instalação e transporte de contentores.

A Vista West vai recolher os resíduos  dos centros de quarentena do hotel Victoria Gardene, Infotur até a unidade móvel do Calumbo e continuará com as acções de descontaminação da via pública nos municípios de Belas e Talatona.

Desde que se declarou oficialmente a pandemia, em Angola, dois dos infectados morreram, um recuperou e os actuais cinco activos estão internados em unidades hospitalares de referência.

Assuntos Sociedade  

Leia também
  • 03/04/2020 11:48:57

    Moto-taxistas condenados por desobediência no Icolo e Bengo

    Luanda - Dezasseis moto-taxistas e dois taxistas foram condenados, esta quinta-feira, pelo Tribunal Municipal de Icolo e Bengo, em Luanda, por crime de desobediência a paralisação da actividade, no âmbito do estado de emergência vigente no país face a pandemia do Covid-19.

  • 01/04/2020 10:57:55

    PIIM aposta na construção de escolas e estradas na Chibia

    Chibia - Três escolas do ensino primário, primeiro e segundo ciclo serão erguidas no município da Chíbia, província da Huíla, no âmbito do Plano Integrado de Intervenção nos Municípios (PIIM).

  • 31/03/2020 18:04:02

    PN detém suspeito pela morte de mototaxista

    Lubango - Um cidadão de 47 anos de idade, que se fazia passar por agente da Polícia Nacional (PN), encontra-se detido desde domingo, no Lubango, província da Huíla, por suposto homicídio voluntário.