Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

28 Maio de 2020 | 17h08 - Actualizado em 29 Maio de 2020 | 10h43

Governo reitera apoio a famílias carenciadas

Luanda - O Governo de Angola tem metas bem definidas para o apoio às famílias mais carenciadas, tendo em vista o crescimento económico e social do país, afirmou, nesta quinta-feira, a ministra da Acção Social, Família e Promoção da Mulher, Faustina Alves.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Faustina Alves, Ministra da Acção Social, Família e Promoção da Mulher (Arquivo)

Foto: Francisco Miúdo

A ministra falava na cerimónia de lançamento do Programa de Transferências Sociais Monetárias "Kwenda" – de que é coordenadora executiva -, que visa dar melhor dignidade às famílias mais carenciadas dos 164 municípios do país.

“Existe uma grande preocupação do Estado em minimizar a carência das inúmeras famílias já identificadas”, frisou Faustina Alves, sublinhando que um dos objectivos passa pela inclusão das famílias em actividades geradoras do rendimento nas áreas rurais do país, que trimestralmente receberão 25 mil Kwanzas.

O Programa de Transferências Sociais Monetárias "Kwenda" está orçado em 420 milhões de dólares, dos quais 320 milhões provenientes de um crédito junto ao Banco Mundial e 100 milhões de dólares suportados pelo Tesouro Nacional.

Depois da fase piloto do projecto, a iniciar-se sábado, no município do Nzeto, província do Zaire, em Dezembro do corrente ano entrará a fase de expansão para 40 municípios, abrangendo 300 famílias, que terão outros benefícios, como a integração no sistema produtivo,  o registo civil, a educação e o ensino e a literacia financeira.

Segundo a coordenadora executiva do programa, a componente de inclusão produtiva consiste na identificação de actividades geradoras de rendimento seleccionadas de acordo com as especificidades do grupo-alvo do projecto, no sentido de potenciar a capacidade produtiva financeira e o poder de compra das famílias de forma sustentável.

As famílias seleccionadas são registadas no sistema electrónico do programa, paulatinamente, em quatro fases até atingir o número total de Um milhão 608 famílias, sendo que a fase piloto abrange cinco mil famílias de Junho a Dezembro próximo, e de 2021 a 2022 as restantes famílias, ainda de acordo com Faustina Alves.

O critério de selecção das famílias abrangidas pelo programa tem em conta a localização geográfica  nas aldeias e bairros mais pobres dos municípios e a renda da família segundo a estatística descritiva de pobreza definida pelo Instituto Nacional de Estatistica (INE) e tendo em conta a linha de pobreza do Inquérito Sobre Despesas, Receitas e Emprego em Angola (IDREA ).

Assuntos Economia  

Leia também
  • 22/05/2020 22:12:09

    Mais de mil famílias vulneráveis em Cambundi Catembo

    Malanje - Mil e 80 famílias em condições vulneráveis no município de Cambundi-Catembo, província de Malanje, foram cadastradas durante os últimos dias, no âmbito do Programa de Transferências Sociais Monetárias (PTSM), denominado "Kwenda".

  • 12/05/2020 16:29:09

    Governo gasta AKz 300 milhões no combate à pobreza

    Sumbe - Trezentos e sessenta e nove milhões 614 mil e 559 kwanzas foram desembolsados pelo Governo do Cuanza Sul durante o primeiro trimestre do corrente ano para a aquisição de inputs e insumos agrícolas, construção de escolas, posto de saúde e aquisição de carteiras escolares.

  • 25/04/2020 14:56:49

    Cambambe executa projectos sociais do PIIM

    Dondo - Mil milhões, 936 milhões, 106 mil e 417 kwanzas constitui o orçamento para este ano, destinado ao município de Cambambe, província do Cuanza Norte, no âmbito da operacionalização de investimentos públicos inseridos no Plano Integrado de Intervenção nos Municípios (PIIM).