Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

04 Junho de 2020 | 14h08 - Actualizado em 04 Junho de 2020 | 14h08

Lunda Norte preocupada com poluição dos rios

Dundo - O governo da Lunda Norte apela, nesta quinta-feira, as empresas de exploração diamantífera ao compromisso com o meio ambiente, criando programas de reposição dos solos e criação de bacias de retenção, para evitar a poluição dos rios.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Poluição dos rios preocupa governo

Foto: Rosário dos Santos

Segundo o director do Gabinete Provincial do Ambiente, Gestão de Resíduos Sólidos e Serviços Comunitários, Lázaro Celestino, que falava à Angop a propósito do Dia Mundial do Ambiente, a assinalar-se a 5 do mês em curso, o governo local tem estado preocupado com o nível de degradação dos solos e poluição dos rios, fruto da actividade mineira.

Para acelerar a adopção de medidas e/ou políticas de preservação do meio ambiente e dos rios, sobretudo, disse que o gabinete tem encetado contactos com as empresas e a Endiama.

Apontou, como exemplo, o trabalho de reposição dos solos nas áreas de concessão da Sociedade Mineira de Chitotolo.

O sector manifesta, igualmente, procupação com a desflorestação, caça furtiva, queimadas anárquicas, escavações dos solos para fabrico de adobos e construções desordenadas.

A este respeito, informou que o gabinete está, em colaboração com os órgãos de defesa, a intensificar a fiscalização, no sentido de responsabilizar os actores destas práticas.

Apelou a população no sentido de denunciar casos do género, por se tratar de crimes ambientais, exortando as empresas públicas e privadas para continuarem a criar condições de higienização face à covid-19.

O Dia Mundial do Meio Ambiente, comemorado no dia 5 de Junho, foi instituído pela Organização das Nações Unidas (ONU) e tem como objectivo chamar a atenção de todas as esferas da população para os problemas ambientais e para a importância da preservação dos recursos naturais que até então eram considerados, por muitos, inesgotáveis.

Leia também
  • 02/06/2020 23:01:58

    Apartamentos desabitados na centralidade vandalizados

    Dundo - Os apartamentos desabitados na Centralidade do Mussungue, Lunda Norte, estão a ser vandalizados por supostos meliantes, por falta de segurança, denunciou hoje, terça-feira, o administrador do referido distrito urbano, Francisco Mununga.

  • 02/06/2020 18:46:04

    Caçador mata acidentalmente idosa de 75 anos

    Dundo - Um caçador de 29 anos de idade atingiu mortalmente a tiro uma idosa, de 75, no município de Caungula, confundindo-a com um veado, soube hoje (terça-feira) à Angop.

  • 02/06/2020 18:20:53

    Covid-19: Polícia de Guarda Fronteira elogia população

    Dundo - O comandante da sétima Unidade da Polícia de Guarda Fronteira (PGF), Lourenço Filipe "Deia", elogiou hoje, terça-feira, a população residente nas zonas fronteiriças, por colaborar com as autoridades no combate à violação das fronteiras com a República Democrática do Congo (RDC), durante a vigência do Estado de Emergência.