Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

29 Junho de 2020 | 18h14 - Actualizado em 29 Junho de 2020 | 18h14

Covid-19: Deputados preocupados com deturpação das medidas de prevenção

Huambo - Os deputados do MPLA pelo círculo eleitoral da província do Huambo manifestaram-se, esta segunda-feira, preocupados com a deturpação das medidas de prevenção da Covid-19 nas comunidades por algumas seitas religiosas, numa altura em que os casos tendem aumentar.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Deputados constatam realidade das unidades sanitárias

Foto: Aurelio Janeiro Sacalei Soi

O facto foi manifestado pelo coordenador do círculo dos deputados no planalto central, Armando Capunda, em declarações à imprensa, no final de uma visita de constatação das unidades sanitárias criadas para o atendimento de possíveis casos desta pandemia, designadamente o hospital municipal do Ecunha e do Caminho de Ferro de Benguela (CFB), este último nos arredores da cidade do Huambo.

O parlamentar instou os responsáveis dessas seitas religiosas no sentido de evitarem transmitir aos fiéis mensagens que os proíbe de usar máscaras e outros equipamentos de biossegurança, tal como se registou, nos últimos dias.

Armando Capunda precisou que existem muitos cidadãos a frequentarem os mercados informais, centros comerciais e outros locais públicos sem, no entanto, fazerem o uso da máscara e outros meios de protecção individual, alegando que “Deus vai proteger”, nesta fase em que o mundo enfrenta um inimigo invisível.

Neste sentido, reiterou o apelo sobre a necessidade do cumprimento obrigatório das medidas de prevenção, acatando, deste modo, as orientações das autoridades sanitárias, para evitar possíveis contágios de gripe por coronavírus.

Por outro lado, o deputado considerou positivo o nível de prontidão das autoridades da província, com destaque para as condições humanas e técnicas, além de ter um stock de medicamentos e material de biossegurança aceitável.

O parlamentar que, em companhia da deputada Bibiana Nandombua visitou, também, os locais de quarentena institucional: Centro de Ecologia Tropical e Alterações Climáticas (CETAC), com 27 suites e uma outra área reservada no Hospital Central do Huambo, sugeriu as autoridades no sentido de reforçarem o pessoal de manutenção dos equipamentos e higienização das unidades sanitárias.

Huambo e os desafios do combate à Covid-19

Por sua vez, o director do Gabinete de Saúde nesta região, Lucas António Nhamba, informou aos parlamentares, eleitos nas eleições gerais de 23 de Agosto de 2017, que a província do Huambo terá, a curto prazo, um laboratório de grande capacidade de testagem da covid-19.

O responsável disse que a província tem, neste momento, 131 cidadãos em quarentena, sendo 14 na institucional e 117 na domiciliar, com recolha, em alguns deles, das amostras em processamento nos laboratórios centrais em Luanda, onde se destacam os casos suspeitos do bairro das Cacilhas, do Bloco do Roma e do mercado informal da Quissala, vulto Alemanha, ambas áreas localizadas na sede da província.

Lucas António Nhamba deu a conhecer ainda que ao nível da província existe uma disponibilidade de 1.500 especialistas, para atender possíveis casos positivos da covid-19, além de 200 enfermeiros voluntários e estudantes do 3º e 5º ano dos cursos de saúde e respectivos professores.

Na província do Huambo, onde vivem dois milhões, 519 mil e 309 habitantes, distribuídos em 11 municípios, tem um Sistema de Saúde composto por 248 médicos, três mil e 639 enfermeiros, 467 técnicos de diagnóstico e terapeutas, assim como 825 administrativos, além de outros profissionais indispensáveis para o seu normal funcionamento.

Assuntos Província » Huambo  

Leia também
  • 29/06/2020 10:18:33

    Número de clientes da ENDE quadruplica no Longonjo

    Longonjo - O número de clientes controlados pela Empresa Nacional de Distribuição de Electricidade (ENDE) no município do Longonjo, província do Huambo, quadruplicou de 350, em 2018, para mil e 270 cadastrados, este ano.

  • 26/06/2020 15:27:45

    Ressaltada importância das políticas de inclusão da mulher na economia

    Bailundo - A política de inclusão da mulher na economia apresenta-se como uma estratégia viável para dinamização do progresso e desenvolvimento sócio-económico desejado para as comunidades.

  • 26/06/2020 13:43:45

    Covid-19: ONG oferece material de biossegurança

    Huambo - A Organização Não-governamental People in Need (PIN) ofereceu hoje, sexta-feira, no Huambo, material diverso de biossegurança ao Centro Materno Infantil da Mineira, para proteger os técnicos locais de possíveis contágios de gripe por coronavírus (covid-19).