Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

30 Junho de 2020 | 16h44 - Actualizado em 30 Junho de 2020 | 16h44

Taxistas paralisam actividade em Benguela

Lobito - Mais de trezentos taxistas na província de Benguela paralisaram, esta terça-feira, as suas actividades, em protesto contra a mudança dos habituais pontos de embarque e desembarque de passageiros nas cidades do litoral desta região do País.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Taxistas paralisam actividade

Foto: Leonaldo Castro

Falando à ANGOP, o presidente da Associação Provincial dos Taxistas (APT) em Benguela, Matias Augusto, disse que os novos pontos indicados pelas administrações municipais de Benguela, Lobito, Catumbela e Baía Farta são distantes das vias movimentadas e criam constrangimentos aos associados e passageiros.  

Ainda acrescentou que entre Benguela e Baía Farta, num percurso de 25 quilómetros, a paralisação afectou mais de 200 taxistas, enquanto da Catumbela ao Lobito (cinco quilómetros) pararam 150 viaturas de serviço de táxi colectivo azul e branco.  

Por seu lado, Adriano Vitorino, taxista que faz a rota Catumbela-Lobito, queixa-se da falta de paragens definitivas para o transporte de passageiros, o que tem criado transtornos à sua actividade no dia-a-dia.

Reagindo à paralisação dos taxistas, o comandante municipal da Polícia Nacional do Lobito, superintendente Carlos Diamantino, considera desnecessária a atitude tomada, uma vez que, a seu ver, a APT acompanhou os passos antes da mudança dos locais de paragem.

No caso do Lobito, Carlos Diamantino explica que a mudança deveu-se a três acidentes envolvendo nos últimos dias camiões na zona do Africano.

Daí ter esclarecido que a solução encontrada pela Administração Municipal do Lobito foi o parque da operadora de transportes SGO, que depois começou a exigir o pagamento de uma taxa diária entre 100 e 200 kwanzas, porém, as autoridades discordaram e arranjaram outro espaço no Atlético, entre os bairros do Liro e Lobito Velho.

É dentro desta realidade que o comandante pensa que a reclamação sobre a distância entre o Atlético e o Africano não colhe, visto que o novo ponto está dentro da cidade do Lobito e é maior para os taxistas realizarem manobras com segurança.

Enquanto os taxistas paralisaram, as principais paragens das cidades de Benguela, Lobito, Catumbela e Baía Farta estiveram hoje apinhadas de passageiros, que reclamaram da falta de táxis. Como alternativa, muitos “apanharam” os comboios dos Caminhos de Ferro de Benguela (CFB) para chegar ao serviço ou tratar outros assuntos.

Para dar resposta às actuais reivindicações, as administrações dos municípios citados, a Polícia Nacional, o sector dos Transportes e a Associação Provincial dos Taxistas trabalham na definição de novas rotas e terminais de embarque e desembarque de passageiros.

Leia também
  • 30/06/2020 14:09:41

    Pescador da Praia do Bebé continua desaparecido no mar

    Lobito - O pescador Venâncio Segunda, de 21 anos, continua desaparecido desde a noite do dia 25 de Junho, na sequência de um naufrágio durante a actividade de pesca artesanal no mar da comuna da Praia do Bebé, município da Catumbela, apurou a ANGOP no local.

  • 28/06/2020 14:22:56

    Camião "desgovernado" capota e evita tragédia no Lobito

    Lobito - Um camião que seguia para a província da Huíla, com 35 toneladas de farinha de trigo, capotou hoje, domingo, após falhas nos travões que obrigaram o motorista a exibir perícia de maneira a evitar atropelar as pessoas num troço movimentado do Lobito, constatou a ANGOP.

  • 28/06/2020 10:11:38

    JMPLA mobiliza jovens em campanha de limpeza no Lobito

    Lobito - Uma mega campanha de limpeza e pintura de lancis, árvores e cortes do relvado em espaços verdes realizou-se sábado em prol da boa imagem da cidade do Lobito, na província de Benguela, numa promoção do secretariado da JMPLA.