Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

11 Agosto de 2020 | 09h56 - Actualizado em 11 Agosto de 2020 | 09h56

Governador do Zaire promete responsabilizar empresas

Mbanza Kongo - O governador provincial do Zaire, Pedro Makita Armando Júlia, prometeu, nesta segunda-feira, no Tomboco, responsabilizar as empresas de construção civil em caso de atraso nos prazos contratuais das obras inseridas no Plano Integrado de Intervenção nos Municípios (PIIM).

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Pedro Makita Armando Júlia, Governador zaire

Foto: João F. Cuti

O governante lançou esse repto  no final de uma visita as obras de construção de duas escolas de sete e 12 salas de aula consignadas em Maio deste ano a construtoras nacionais, na vila do Tomboco, cujo grau de execução física está aquém das expectativas (sete por cento contra 25 possíveis).

De acordo com o governador, situação idêntica regista-se nas obras de construção de escolas nos municípios do Nzeto e Soyo, zona costeira da província.

“Os fiscais e empreiteiros têm o dever de cumprir cos prazos, sob pena de serem responsabilizados dentro da lei vigente”, reiterou, visivelmente indignado.

Por sua vez, o fiscal da obra da escola de sete salas,  nos arredores do projecto habitacional de 200 fogos, Domingos Filipe, justificou o atraso com a adequação do projecto inicial à realidade local.

“Tivemos problemas de cálculos do material da obra, da topografia e do comportamento do terreno. Estes estudos provocou-nos um ligeiro atraso na empreitada”, explicou.

Com 12 trabalhadores, o responsável comprometeu-se em concluir as obras dentro dos prazos acordados com o governo provincial, dono da obra.

A edificação da escola, ocalidade do Sassa periferia da vila,  está avaliada em 152 milhões, 571 mil e 37 Kwanzas. A escola de sete salas está orçada em 95 milhões, 490 mil e 321 Kwanzas.

A vila do Tomboco tem uma população estimada em 46 mil e 25 habitantes distribuídos pelas comunas do Kinsimba, Kinzau e Sede.

Leia também
  • 11/08/2020 12:26:30

    Criança de três meses abandonada em lavra no Soyo

    Soyo - Uma recém nascida que aparenta ter três meses foi encontrada abandonada, na tarde desta segunda-feira, numa das lavras da localidade da Sereia, município do Soyo, província do Zaire.

  • 11/08/2020 11:05:10

    Centro Zulianello forma adolescentes sobre empreendedorismo

    Mbanza Kongo - Vinte e três adolescentes do centro de acolhimento Frei Giorgio Zulianello, em Mbanza Kongo, província do Zaire, concluíram, esta terça-feira, um curso básico intensivo sobre empreendedorismo, promovido pela Liga de Jovens Empreendedores de Angola (LJEA).

  • 10/08/2020 21:28:03

    Covid-19: Detido cidadão por falsificar comprovativo do teste

    Saurimo - Um cidadão de 39 anos de idade, que se fazia acompanhar de um teste falso de covid-19 e declaração de viagem, foi detido hoje, segunda-feira, pelos Serviços de Investigação Criminal (SIC) no posto de controlo do rio Chicapa, na província da Lunda Sul.