Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

25 Setembro de 2020 | 15h14 - Actualizado em 25 Setembro de 2020 | 15h14

Responsável defende maior aposta no turismo rural

Caála - O chefe de departamento da Acção Cultural na província do Huambo, Pascoal Pedro Nhanga, defendeu hoje, sexta-feira, a necessidade de haver uma maior aposta no turismo rural, com vista a diversificação da economia e redução das assimetrias regionais.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Segundo o responsável, em declarações na formação sobre Valências Culturais Turísticas, destinado a 40 guias turístico do município da Caála, é importante que se crie destinos turísticos rurais em toda extensão da província, tendo em conta as potencialidades que possui, para uma melhor arrecadação de receitas para os cofres do Estado.

Referiu que o turismo rural ou agro-turismo permite o contacto mais directo com a natureza, agricultura e a observância dos elementos genuínos tradicionais que estruturam a vivência da população, bem como os traços culturais destas comunidades, que bem aproveitados podem trazer muito dinheiro ao Estado.  

Deste modo, Pascoal Pedro Nhanga informou que as autoridades locais estão empenhadas na capacitação de 300 guias turísticos, no quadro das políticas de relançamento do turismo, enquanto estratégia para o fomento da actividade empresarial e combate ao desemprego.

Entre os locais turísticos da província do Huambo, destaca-se o ponto mais alto do país (Morro do Môco), por sinal uma das Sete Maravilhas de Angola, Ilha dos Amores, Monte Halavala, Ilha do Cuile, Figuras Rupestre de Caninguili e as mupas do rio Luvulu II.

Constam ainda as mupas do rio Cutato, Nascente do rio Cubango, Albufeira do Cuando, túmulo do mítico caçador Wambo Calunga, Monte Ombanjela, Aproveitamento hidro-eléctrico do Gove, estação meteorológica do Fety e as Pedras Nganda e Cawe.  

No caso particular do município da Caála, existem 26 locais turísticos, com apenas cinco em estradas em mínimas condições de acessibilidade: Morro Bangela (Miradouro da Caála), a Capela da Nossa Senhora do Monte, as pedras Nganda e Cawe, as Quedas rio Põe e recinto Verde da Floresta da Calenga (antigo Cefogexpo).

Assuntos Província » Huambo  

Leia também
  • 25/09/2020 14:23:02

    Lares de crianças desfavorecidas recebem doação de bens

    Huambo - Bens diversos de primeira necessidade e máscaras de protecção facial, no quadro das medidas de prevenção e combate à covid-19, foram doados hoje, sexta-feira, a oito lares e centros de acolhimento de crianças desfavorecidas, sedados na cidade do Huambo.

  • 24/09/2020 19:56:57

    Autoridades incentivam empreendedorismo nas comunidades

    Huambo - A administração municipal do Cachiungo procedeu hoje, quinta-feira, a distribuição de kits profissionais nas aldeias de Cavincha e Chissumba, ombala de Tchikengue, no âmbito do Programa Intervenção de Desenvolvimento Local e Combate à Pobreza (PIDLCP), com o objectivo de incentivar o empreendedorismo nas comunidades.

  • 24/09/2020 12:11:24

    Associação Mãos Livres apoia reclusos sem possibilidades financeiras

    Huambo - Um total de 84 reclusos que cumprem as suas penas no estabelecimento prisional do Cambionte (Huambo), sem recursos financeiros para custear os encargos processuais (custas judiciais e multas), estão a beneficiar do apoio da Associação de Direitos Humanos Mãos Livres.