Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

01 Outubro de 2020 | 18h43 - Actualizado em 01 Outubro de 2020 | 18h43

Responsável apela famílias a valorizarem mais os idosos

Saurimo - A directora do lar da terceira idade na Lunda Sul, Georgina Muandumba, apelou hoje, quinta-feira, em Saurimo, às famílias e a população em geral a valorizarem mais a pessoa idosa, prestando apoios necessários, para que possam sentir-se protegidas e inseridas na sociedade.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Em declarações à Angop, por ocasião do Dia Internacional do Idoso, que hoje se assinala, a responsável disse que os idosos devem ocupar um lugar especial na vida de cada cidadão, por constituir “uma biblioteca viva”.

Lamentou o facto de ainda haver muitas pessoas a desprezarem seus avós, desvalorizando seus actos e atitudes, encaram o envelhecimento como uma condição de profunda degradação, acto reprovável e que deve ser banido para o bem-estar da pessoa idosa.

Por outro lado, Georgina Muandumba solicitou a população, empresários e várias sensibilidades da província a apoiarem o lar com bens alimentares e material de higiene, bem como na recuperação das infra-estruturas da instituição, que apresenta fissuras.

Fez saber que o paludismo constitui a principal patologia que assola a pessoa idosa internada no lar.

O lar da terceira idade na Lunda Sul controla 52 idosos, entre mulheres e homens.

O primeiro dia do mês de Outubro foi marcado pela Organização das Nações Unidas (ONU), desde 1991, como Dia Internacional do Idoso, com vista a uma reflexão, promoção e protecção dos seus direitos e dificuldades.

Leia também
  • 01/10/2020 18:22:26

    Huíla com défice no abastecimento de energia

    Lubango - Com o surgimento de novos bairros nos municípios do Lubango, Matala, Chibia e Quipungo, na Huíla, a Empresa Nacional de Distribuição de Electricidade (ENDE) está com um défice de 20 megawatts, que dura já quatro meses, mas que se intensificou em Setembro.

  • 30/09/2020 20:40:21

    Países da África Central recomendam maior protecção aos pobres

    Luanda - Os participantes ao Fórum de Desenvolvimento Social da Comunidade Económica dos Estados da África Central recomendaram, esta quarta-feira, os países membros a redobrarem as medidas de protecção das pessoas em situação de pobreza extrema, em face da Covid-19.

  • 30/09/2020 18:51:01

    Autoridades trabalham para impedir derrube de embondeiros

    Luanda - O Ministério da Cultura, Turismo e Ambiente está a trabalhar para impedir o abate indiscriminado de embondeiros na zona do Sequele, município de Cacuaco, província de Luanda, onde existe o registo do derrube indiscriminado de mil 800 árvores desta espécie.