Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Transporte

27 Setembro de 2018 | 14h50 - Actualizado em 27 Setembro de 2018 | 14h49

ENANA denuncia vandalização do perímetro aeroportuário do Soyo

Luanda - A Empresa Nacional de Exploração de Aeroportos e Navegação Aérea (ENANA) denunciou, hoje, em Luanda, os riscos inerentes a vandalização da vedação do perímetro do aeroporto “Comandante Ndozy”, no Soyo, província do Zaire.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Pista do aeroporto do Soyo, província do Zaire

Foto: Angop

Segundo o comunicado a que a Angop teve acesso, a ENANA-EP informou que a invasão de cabritos no perímetro aeroportuário, esteve na base do acidente ocorrido segunda-feira (24), a 700 metros da cabeceira da pista e que envolveu uma aeronave da Sonair.

Apesar das reparações e correcções efectuadas no âmbito do compromisso com a Segurança Operacional, “temos assistido a vandalização da referida vedação por corpos estranhos o que, como foi o caso, pode provocar graves constrangimentos a operação das aeronaves na pista e nos caminhos de circulação”, lê-se no documento.

A empresa apelou ao governo local, Policia Nacional e todas as entidades afins, para criarem sinergias, visando sensibilizar as pessoas sobre os riscos inerentes a invasão do recinto aeroportuário, bem como a necessidade da preservação do bem público.   

O acidente ocorreu segunda-feira, por volta das 15 horas e 41 minutos, envolvendo a aeronave da Sonair, proveniente de Cabinda, com o registo D2 FFJ e o indicativo SOR404.

Com 14 passageiros e dois tripulantes a bordo, a aeronave embateu contra um cabrito durante a fase de aterragem, e como consequência, uma das pás da hélice do motor direito ficou parcialmente danificada, mas sem causar vítimas humanas.    

Em 2011, uma aeronave do tipo "Beach Baron 58" pertencente a uma companhia privada, também proveniente de Cabinda, despenhou-se no aeroporto do Soyo, com seis passageiros a bordo, incluindo o piloto, tendo todos os ocupantes saído ilesos.

Em menos de dois anos e meio, este é o terceiro incidente a ter lugar neste aeroporto, depois do despiste de um avião ligeiro do tipo PA-31 da empresa privada Mavewa, em Julho de 2016 e outro que envolveu um Boeing 737-700 da TAAG, com 47 passageiros, no mês de Abril de 2017 sem vítimas mortais.

Assuntos Aeronave   Aeroportos   Aviação  

Leia também
  • 25/01/2019 09:08:38

    TAAG altera voo de Windhoek para às 12h00

    Luanda - O voo DT573 da TAAG - Linhas Aéreas de Angola com destino à cidade namibiana de Windhoek, inicialmente marcado para as 10h00 de hoje (dia 25), deverá levantar apenas às 12h50 por razões operacionais.

  • 21/01/2019 18:19:39

    Avião da TAAG força aterragem na Huila para socorro a passageiro

    Luanda - A Aeronave DT-573 da companhia nacional de bandeira (TAAG) forçou hoje, por volta das 12h00, uma aterragem de emergência no Aeroporto de Mukanka, na província da Huila, devido a um passageiro que sentiu um mal-estar geral.

  • 16/01/2019 20:55:33

    TAAG cancela seis voos de 21 a 25 de Janeiro

    Luanda - A TAAG - Linhas Aéreas de Angola anunciou, nesta quarta-feira, o cancelamento de seis voos domésticos, no período de 21 a 25 deste mês, por razões operacionais.

  • 16/01/2019 13:34:53

    TAAG entre as dez melhores companhias de África

    Luanda - A TAAG - Linhas Aéreas de Angola - figura entre as dez melhores companhias africanas de 2018, numa lista encabeçada pela Ethiopian Airlines (Etiópia), revela uma recente publicação da empresa britânica "Skytrax", baseada em votos de passageiros, clientes distintos e especialistas do sector.