Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Transporte

03 Junho de 2019 | 20h10 - Actualizado em 03 Junho de 2019 | 20h10

Executivo quer navegação aérea segura e compacta

Luanda - O ministro dos Transportes, Ricardo D'Abreu, disse hoje, em Luanda, que o Executivo pretende dotar Angola de um sistema aéreo compacto, providenciando serviços de transporte aéreo seguro, regular e económico, como parte dos seus objectivos estratégicos.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Ricardo de Abreu, Ministro dos Transportes

Foto: Gaspar dos Santos

A ideia, segundo o governante que discursava num encontro internacional, é garantir a conectividade de Angola, quer pelos  meios  e sistemas  tecnológicos  necessários à ajuda à  navegação  aérea quer por via das infraestruturas de suporte à actividade da aviação civil.

“É nossa pretensão tornar o sector aéreo mais competitivo, com condições apropriadas para a melhoria constante do seu desempenho,   em observância às novas exigências e padrões internacionais, para uma melhor representatividade na diversificação na economia do país”, referiu.

O ministro lembrou, na ocasião, que o sector aéreo  nacional  observa  uma  reforma profunda, com a aprovação e publicação da nova Lei da Aviação Civil (14/19, de 23 de Maio) que transforma o Instituto Nacional da Aviação Civil em Autoridade Aeronáutica.

Acrescentou que a mesma motivou também a criação da Autoridade Nacional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aéreos, conformando e adequando o quadro legal angolano aos princípios e recomendações da Organização da  Aviação Civil Internacional (na sigla em inglês ICAO).

Referiu-se igualmente à cisão da Empresa Nacional de Exploração de Aeroportos  e Navegação Aérea, ENANA-EP, que deu origem à ENNA (dedicada à exploração da navegação aérea) e SGA (voltada à gestão aeroportuária), e à TAAG, que se esmera para sociedade anónima.

Sublinhou que no domínio da conectividade estão a ser  implementadas politicas e acções  concretas  que visam colocar o país  no roteiro  continental e mundial, como um hub internacional e assegurar  que outros aeroportos provinciais estejam certificados e com condições adequadas.

Ricardo D'Abreu informou, na ocasião, que  Executivo iniciou a implementação de um novo paradigma de governação que tornará a gestão de Angola mais  robusta  e transparente, com o combate cerrado às praticas nefastas  inibidoras do desenvolvimento humano e do país, a todos  níveis.

Neste particular, destacou as  medidas  de  maior  abertura  do país a interessados e intervenientes na  promoção  do  investimento privado nacional ou estrangeiro, levantando as restrições ou constrangimentos legais  e burocráticos anteriormente existentes.

“Queremos tornar o país mais atractivo, fomentando,  com isso, a economia, e promover a sua  integração à Zona de Livre Comercio da SADC, a efectivar-se em breve (….)”, salientou o governante.

Abertas hoje, as reuniões do Comité de Gestão da Rede  de Comunicações por Satélite para África Central (CNMC ), Equipa de Interoperabilidade  dos Sistemas  de Navegação do Futuro  no Atlântico Sul ( SAT/FIT ) e sobre Gestão do Tráfego Aéreo na Região do Atlântico Sul decorrerá até ao dia sete.

Participam no evento delegados membros da Organização da Aviação Civil Internacional (ICAO), com o objectivo, entre outros, de analisar aspectos  sobre o sector aéreo, numa co-organização da ENANA e do ICAO.

Assuntos Conferência  

Leia também
  • 18/01/2018 21:33:36

    Boeing enaltece potencial da aviação civil angolana

    Luanda - As potencialidades do sector da aviação civil angolano e as qualidades da TAAG, distinguida na oitava posição do ranking africano, foram hoje (quinta-feira) destacadas pelo representante da Boeing para África e Médio Oriente, João Santos.

  • 18/01/2018 19:38:31

    Boeing 777 da TAAG reparado em Lisboa

    Luanda - O B777-300 da TAAG, Linhas Aéreas de Angola, que desde o dia 12 se encontra em Lisboa devido a um problema técnico registado por altura da aterragem, que provocou o incêndio de uma das rodas, deverá regressar brevemente a Luanda, depois de reparado.

  • 18/01/2018 18:15:14

    Razões operacionais forçam restrição na venda de bilhetes da TAAG

    Luanda - A restrição da venda dos bilhetes da TAAG, exclusivamente às lojas sedeadas nos países em que está representada, permite arrecadar verbas para cobrir pagamentos de encargos pontuais e custos operacionais, justificou o Presidente do Conselho de Administração da companhia, José Kuvíngua.