Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Transporte

06 Outubro de 2020 | 13h53 - Actualizado em 12 Outubro de 2020 | 09h05

Correios de Angola com perdas acima dos AKZ quatro milhões

Huambo - Os Correios de Angola na região Centro-Sul do país, que compreende as província do Bié, Cuando Cubango, Cuanza Sul e Huambo, registou perdas de quatro milhões, 262 mil e 738 kwanzas das suas receitas, entre Janeiro a Agosto deste ano, resultante do impacto negativo da covid-19.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

1 / 1

Huambo: Director dos Correios e Telégrafos, Jorge Gabriel Baião

Foto: Aurélio Janeiro Sacalei soi

Huambo: Fachada dos Correios e Telégrafos de Angola

Foto: Aurélio Janeiro Sacalei soi

A informação foi prestada hoje, terça-feira, à ANGOP, pelo director desta empresa na região Centro-Sul de Angola, Jorge Baião, salientando que, ao longo deste período, foram arrecadados 13 milhões, 872 mil e 495 Kwanzas, contra os 18 milhões, 135 mil e 233 kwanzas dos primeiros oito meses de 2019.

De acordo com o responsável, esta redução de receita, bastante acentuada em comparação com os restantes períodos anteriores, deve-se às consequências negativas da covid-19 na economia nacional, pois que, de forma particular, obrigou à paralisação de alguns serviços prestados pela instituição.

Jorge Baião referiu que, no leque de acções os Correios de Angola na região, passaram apenas a prestar serviços postais, estando os restantes paralisados, com realce para os convencionais de uso de internet, através do cyber postal.

Explicou que os serviços postais, que permitiram a arrecadação das receitas no período em análise, consistiram no envio de correios normais, expresso nacional,  internacional e outros.

No leque das dificuldades, o responsável apontou que a instituição debate-se, entre outras, com a insuficiência meios de transportes para um maior dinamismo no movimento dos quadros e técnicos de uma localidade para outra, tendo em conta o que se pretende na prestação deste serviço público.

Contudo, considerou de equilibrado o funcionamento, assegurando que a instituição tem procurado se reinventar para superar as consequências negativas da pandemia covid-19 e de outras circunstâncias, com objectivo de prestar o melhor serviço aos seus clientes.

Criados a 07 de Dezembro de 1797, os Correios de Angola prestam diversos tipos de serviços, entre tradicionais, designadamente o correio normal, azul, registado, empresarial e postal, enquanto os convencionais são apartados, taxa de circulação, internet, fax, digitalização e venda de recargas diversas.

Na província do Huambo, sede da Região Centro-Sul, os serviços de Correios estão em quatro, dos 11 municípios, nomeadamente Huambo, Caála, Bailundo e Ucuma.

Assuntos Província » Huambo  

Leia também
  • 02/05/2019 14:14:08

    Companhia aérea privada estende serviços ao Huambo

    Huambo - A companhia aérea comercial privada SJL Aeronáutica estendeu, a partir desta semana, os seus serviços à província do Huambo, apresentando-se como concorrente directa da TAAG-Linhas Aéreas de Angola, S.A, a única que operava nesta região.

  • 08/03/2019 00:51:00

    Confirmado retorno da TCUL três anos depois

    Huambo - A empresa de Transportes Colectivos e Urbanos de Luanda (TCUL) voltou a operar, esta semana, na província do Huambo, três anos depois, fruto da recuperação da estrada nacional que liga Huambo e Luanda.

  • 14/11/2018 13:35:52

    FGA visa suprir as insuficiências do seguro automóvel

    Huambo - O Fundo de Garantia Automóvel (FGA), uma instituição pública, tem por finalidade suprir as insuficiências do mercado de asseguramento de automóveis, como uma responsabilidade civil obrigatória consagrada por lei, para garantir a indemnização de danos patrimoniais e não patrimoniais causados a terceiros.