Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Turismo

12 Outubro de 2009 | 19h44 - Actualizado em 13 Outubro de 2009 | 16h56

Turistas têm nova opção de alojamento na cidade do Huambo

Hotelaria

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Ilustração, um hotel de três estrelas.

Foto: Angop

Huambo – Um hotel com capacidade para quarenta camas e dois restaurantes que podem albergar setenta e nove pessoas foi inaugurado no último fim-de-semana no bairro de Fátima “largo-Cussi”, na cidade do Huambo.

As obras do hotel denominado “Jorge Alberto” tiveram a duração de dois anos e custaram ao grupo Raul Castro um total global de três milhões de dólares.

Vinte e seis pessoas, na sua maioria jovens da província, conseguiram o seu primeiro emprego com satisfação. 

O hotel possui uma sala de reuniões, dois restaurantes, um snak-bar, serviços de chekin, renta-car e uma botique.

Joelcy Castelo uma das proprietárias revelou que apesar das dificuldades financeiras que o grupo atravessou no decorrer das obras, o hotel está com a qualidade preconizada e será mais um cartão de visita para província do Huambo.

O corte da fita inaugural coube à directora provincial do comércio, hotelaria e turismo Delina Samessele que na ocasião elogiou a iniciativa do grupo e revelou que neste lugar os visitantes do Huambo encontrarão boas condições de acomodação.

“O sector hoteleiro tem conhecido um crescimento satisfatório nesta região e o governo não pára de alertar aos empresários que invistam na área do turismo, hotelaria e comércio com vista a diversificar a economia nacional.

A empresária Idalina Chimuanga “Gygy” considerou que estes investimentos justificam bem os benefícios dos sete anos de paz, “saber investir e formar o homem que presta o serviço é o segredo para satisfazer os cliente que actualmente são muito exigentes”, continuou.

Parta o gerente do BPC no Huambo, José Artiaga, este hotel vai reduzir a procura de alojamento que os turistas atravessam quando visitam a província.

 “Aproximando-se o CAN acreditamos que estrangeiros e nacionais visitarão outros pontos do país para além das cidades que vão albergar os jovens e acredito que o Huambo será uma das suas paragens”, disse o responsável bancário.

Assuntos Província » Huambo  

Leia também
  • 31/10/2018 22:11:28

    Especialista destaca elevação do Morro do Moco à área de conservação nacional

    Huambo - A concretização do projecto de elevação do Morro do Moco à área de conservação Nacional vai trazer uma nova forma de tratar as questões ambientais na província do Huambo, considerou hoje, quarta-feira, o docente universitário e investigador em ciências da natureza, César Pakissi.

  • 30/10/2018 21:25:18

    Morro do Moco pode ser elevado à categoria de área de conservação nacional

    Huambo - O Morro do Moco, ponto mais alto do país, com 2620 metros, no limite entre os municípios do Ecunha e Londuimbali, na província do Huambo, poderá, a médio prazo, vir a ser elevado à categoria de área de conservação nacional.

  • 18/10/2018 16:16:56

    Locais turísticos no Huambo aguardam por investimento privado

    Huambo - Os locais turísticos da província do Huambo aguardam por investimento privado, para que os mesmos possam ser explorados e contribuírem para a arrecadação de receitas para o tesouro nacional.

  • 31/07/2018 23:19:53

    Estudantes visitam Mupas do Rio Kuiva

    Caála - Mil e cento e trinta alunos das escolas do II ciclo dos municípios da Ecunha e Caála, província do Huambo, visitaram, hoje, o ponto turístico "Mupas do Rio Kuiva", para conhecer a sua dimensão histórica e estudar as suas potencialidades.