Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Cunene

Cunene

Atracções étnicas, naturais e históricas, belíssimos atractivos naturais e significativos monumentos históricos.

Cunene

cunene

cunene é bom

cunene

Pontos naturais e históricos

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Os mistérios do Reino Kwanhama, monumentos, fortaleza, memorial dos povos antigos e do período colonial são atractivos históricos de grande significado na província do Cunene. Os turistas fazem como que uma viagem ao passado.

 

Parque Nacional da Mupa

Situado a Nordeste da província, tem 6.600 hectares. Foi considerado como reserva de caça em 16 de Abril de 1938, mas hoje dedica-se à preservação das espécies. Tem uma grande variedade de animais como Girafas, Hienas, Leopardos, Gungas, Rinocerontes, hipopótamos, Zebras, Elefantes, Avestruzes, Leões, Palancas vermelhas, Garças, Olongos e Impalas. O parque fica temporadas sem abrir ao público.

 

Barragem de Ruacaná

Se visitar a província não deixe de ver as Quedas de Ruacaná, praticamente na fronteira com a Namíbia, na região de Kalueke, no Rio Cunene. Estas quedas de água lançam-se num desnível de 100m e geram um espectáculo memorável.

 

Quedas do Monte Negro (Epupa)

Localizadas na região do Kuroca, quase na fronteira com a Namíbia, essas cachoeiras são impressionantes e encantam os visitantes.

 

Maior Embondeiro de África

Esta árvore - símbolo de Angola, conhecida com baobá, tem seu exemplar mais magnífico no Cunene, encontra-se na região de Péu-Péu, município de Ombadja.

 

Complexo Memorial do Rei Mandume

Situa-se a 42 Km de Ondjiva, em Namacunde. Aqui repousam os restos mortais do último Rei Kwanyama. Com atendimento ao cliente 24 sobre 24 horas, em sua estrutura possui creche, restaurante, sala de conferência com capacidade para 300 pessoas e 20 bangalôs dos 10 em forma de castelo com WC privativo, AC, TV por satélite e água.

 

Embala Grande

Centro político do reino Kwanhama, neste local viveram e estão sepultados os 11 reis da região, excepto Mandume que, por não estar circuncidado na altura, viveu e morreu em outra embala.

 

Fortaleza Roçada

No passado serviu de base militar para ataques e ocupação das áreas do sul do Xangongo. Localiza-se no município de Ombadja, na margem direita do rio Cunene.

 

Monumento Vau-do-Pembe

Marco em memória dos portugueses que tombaram na travessia do rio Cunene, devido à resistência dos angolanos.

 

Monumentos do Mufilo

Marco dos grandes combates do rei Mandume, auxiliado pelo rei Tchetekela do Cuamato, contra os portugueses, no século XIX. Situa-se a Sul de Xangongo.

Sabia que o rei Mandume é ainda hoje uma referência da luta nacional contra o colonialismo português? Mandume morreu a 6 de Fevereiro na vila de Oihale, município de Namacunde.