Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Entrevistas

Entrevistas

  • Sociedade deve participar no combate à corrupção nas escolas
    22 Janeiro de 2020 | 18h28

    Sociedade deve participar no combate à corrupção nas escolas

    Luanda - A corrupção nas escolas e a venda ilegal de manuais escolares que o Estado distribui gratuitamente são práticas que urge combater, para moralizar e melhorar o sistema de ensino no país - destaca a ministra da Educação, Ana Paula Tuavanje Elias, em entrevista à Angop

    + Sobre esta notícia
  • 22 Março de 2019 | 11h18

    Falta rigor às universidades - Ministra

    Luanda - A ministra do Ensino Superior, Ciência, Tecnologia e Inovação, Maria do Rosário Sambo, reconheceu, em Luanda, que há falta de rigor à grande parte das universidades do país (públicas e privadas), bem como grande défice de docentes.

  • 18 Novembro de 2015 | 19h09

    Certificação e competência contribuem na qualidade de ensino - Filipe Zau

    Luanda - O pedagogo Filipe Zau afirmou, em entrevista à Angop, que a certificação e a competência devem caminhar de mãos dadas, de forma a darem resposta às necessidades do sistema educativo nos vários sectores, bem como elevar a qualidade do processo de ensino e aprendizagem.

  • 29 Janeiro de 2015 | 18h57

    Cunene caminha a passos largos na consolidação do ensino superior

    Ondjiva - Seis anos depois, a província do Cunene dá passos largos na consolidação do ensino superior, com o lançamento de 129 primeiros licenciados nas áreas de Agronomia, Biologia, Enfermagem, Análise Clínica e Laboratório.

  • 07 Janeiro de 2015 | 17h14

    Angola: Executivo pretende colocar mediatecas fixas e de proximidade em cada província

    Luanda - O secretário de Estado de Telecomunicações e Tecnologias de Informação e coordenador da Rede de Mediatecas de Angola, Pedro Teta, apontou, em entrevista exclusiva à Angop, que as mediatecas no país são fruto das políticas do Executivo viradas para a juventude. A intenção do Executivo é potenciar cada província, até final de 2016, de uma mediateca fixa e uma de proximidade.